Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de março de 2011

Preço do etanol sobe quase 5% em março e gasolina é vantagem em todo o Brasil

Preço do etanol sobe quase 5% em março e gasolina é vantagem em todo o Brasil
Quarta-feira, 30/03/2011 - 14:36

São Paulo - Em mais um mês de alta desde o início do ano, o etanol segue mais caro para abastecimento no País. Segundo o Índice de Preços Ticket Car (IPTC), em março, o preço do combustível vegetal manteve-se, em média, a R$ 2,23/l em todas as regiões brasileiras, 4,73% mais caro que em fevereiro.

Com isso, a gasolina é a melhor opção para quem tem veículo flex, já que o combustível é vantajoso, na relação custo x desempenho, em todos os estados e no Distrito Federal, com preço médio de R$ 2,72/l. Quem abasteceu com diesel desembolsou, aproximadamente, 2,2% a menos que em fevereiro. Encher o tanque com diesel custou cerca de R$ 2,05l. Com as alterações, as médias por litro são: gasolina R$ 2,72; etanol R$ 2,23; diesel R$ 2,05; biodiesel R$ 2,07 e GNV R$ 1,67/m³.

O IPTC revela, ainda, que em São Paulo, uma das principais regiões usineiras do Brasil, o etanol registrou a maior alta do País. O combustível vegetal está 15,25% mais caro que em fevereiro, média R$ 2,15 por litro. A gasolina mais barata do País pode ser encontrada em Alagoas, por R$ 2,62, bem como o etanol, que também está mais em conta para os alagoanos, R$ 1,79 por litro. “A constante alta do etanol tem feito com que os brasileiros optem por abastecer com gasolina. Na hora de fazer o cálculo para ver qual a melhor opção, é preciso tomar cuidado, pois, apesar de mais barato, a autonomia do veículo com o etanol é, em média, 30% menor”, explica Eduardo Lopes, coordenador de Produto do Ticket Car.

Para saber qual combustível é o mais vantajoso, basta dividir o preço do derivado da cana-de-açúcar pelo da gasolina. “Com resultados inferiores ou iguais a 70%, opte pelo combustível vegetal, caso contrário, o derivado do petróleo é a melhor opção”, completa. “Contudo, é sempre bom lembrar que, mesmo nos casos de vantagem da gasolina, o etanol é ambientalmente mais indicado”, ressalta Lopes.

Consulte a tabela abaixo ou o site www.ticket.com.br/ticketcar para saber qual o combustível mais econômico em sua região. O Ticket Car faz quinzenalmente esse levantamento. Os profissionais verificam, junto aos mais de dez mil postos credenciados à sua rede, os preços médios dos combustíveis nos 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal.

terça-feira, 29 de março de 2011

Carglass® inicia parceria com Ticket Car

Parceria amplia atenção aos clientes facilitando opções de pagamento

Os clientes da Carglass®, empresa líder no Brasil e no mundo no reparo e troca de vidros automotivos, contam agora com o cartão Ticket Car como mais uma opção para pagamento de seus serviços, tanto na sua rede de lojas como para o atendimento do serviço móvel Carglass®. A empresa acaba de fechar parceria com a administradora de cartões Ticket, que está presente em 40 países, com mais de 33 milhões de usuários e 1,2 milhão de estabelecimentos credenciados.

Pioneiro em gestão de despesas de veículos, o cartão Ticket Car é líder de mercado com cerca de 6 mil clientes, 330 mil veículos geridos e mais de 10 mil estabelecimentos credenciados. Ao adotar o Ticket Car na empresa é possível eliminar processos de reembolso aos funcionários, antecipação de numerário, e receber relatórios detalhados via web.

“A escolha natural pela Ticket para essa parceria reafirma nosso compromisso em sempre oferecer diferenciais aos nossos clientes”, diz o diretor presidente da Carglass® Brasil, Fernando Pierri. Hoje, a Carglass®Brasil conta com uma rede de 63 lojas próprias, mais de 600 unidades credenciadas, além do atendimento através do Serviço Móvel, o que garante a cobertura em todo o território nacional.

“Muitos brasileiros ainda desconhecem a importância do para-brisa e de sua manutenção, por isso não dão relevância na inclusão de sua cobertura na apólice de seguro. Porém, um dano como uma trinca no para-brisa, por exemplo, é bem mais perigoso do que se pode imaginar”, lembra o executivo.

Além de comprometer a segurança da estrutura do veículo e da integridade física dos ocupantes, andar com algum dano no para-brisa deixa o condutor sujeito às sanções previstas pela Resolução 216 do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN. A infração é considerada grave, com penalidade de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação – CNH, multa e retenção do veículo para regularização.

Quando o para-brisa é danificado, nem sempre sua troca é necessária. Há trincas que podem ser tratadas, atendendo às normas internacionais de segurança, aprovadas pelas próprias montadoras por manterem as características originais do equipamento. O reparo de para-brisa resgata a estrutura da peça e, ao reparar o equipamento, pode-se atingir uma economia de até oito vezes o valor da troca de um para-brisa, no custo do serviço a ser pago pelo consumidor.

Além do benefício econômico, o reparo da Carglass® contribui muito com a preservação do meio ambiente, pois evita a substituição de um para-brisa e seu descarte na natureza. Para exemplificar essa afirmação, vale observar o impacto de cada produto na emissão de carbono - CO2, constatado nas fases de fabricação, distribuição e instalação. No reparo são emitidos 4kg de CO2, enquanto na troca se atinge 40kg CO2, ou seja, reparar é 10X mais ecológico do que trocar. Outro item interessante de ser comparado são os resíduos gerados. 40 reparos produzem um volume de resíduos que cabem na palma de uma mão, enquanto os resíduos gerados pela substituição de 40 para-brisas enchem o basculante de um caminhão.

A preocupação com o meio ambiente faz parte da política de responsabilidade socioambiental da Carglass® e é tema de todas as ações da empresa. Um exemplo é o projeto de reciclagem ECOGLASS. Pioneiro, e aplicado pela marca no país muito tempo antes das autoridades criarem a exigência legal da política reversa para a reciclagem de vidros, é uma prática com foco sustentável implantado pela empresa há mais de 10 anos. Inicialmente aplicado à matriz (na época localizada no Alphaville, e atualmente situada em um novo e sustentável prédio no Centro Industrial Tamboré), o ECOGLASS foi estendido ao armazém Central de Distribuição e às lojas próprias da marca.

Consiste na separação prévia dos resíduos recicláveis por tipo de material (vidro, plástico, papel/papelão, metal, etc), que são colocados em coletores específicos. Faz parte do ECOGLASS a prática de logística reversa, onde 100% dos resíduos das lojas da marca retornam ao Centro de Distribuição para também serem enviados à reciclagem.

Desde o início do projeto já foram recicladas mais de 10 mil toneladas de vidros, e a previsão é de crescimento desse volume em razão da abertura das novas lojas, do crescimento da frota circulante e do consequente recolhimento dos materiais. Mensalmente, mais de 80 toneladas dos vidros reciclados são aproveitadas, e se transformam em garrafas diversificadas, vasilhames, entre outros materiais de fabricação vidreira.

Outro exemplo de sua política de ação responsável com o meio ambiente pode ser vista no prédio da nova sede da Carglass®Inaugurado no final de 2009, o prédio da nova sede foi todo desenvolvido com foco sustentável, pois essa é a prática da empresa desde o início de sua operação no país. Entre algumas das características, o edifício apresenta a captação de água pluvial para seu reaproveitamento, paredes de vidros para aproveitamento de luz natural e um sistema de ar condicionado automatizado que otimiza o consumo de energia.

A empresa também sempre esteve engajada no apoio de projetos sociais, entre eles os da Associação Desportiva para Deficientes - ADD, na qual apoia um time cadeirante de basquete, no projeto Geração Aprendiz, em que a empresa possibilita que jovens desenvolvam uma profissão, contribuindo para uma sociedade mais justa, e contribui com instituições que realmente estão comprometidas com seus objetivos, em auxílio à melhoria da qualidade de vida de pessoas necessitadas como a Casa Maria Maia, em Carapicuiba. A empresa ainda patrocina a Corrida & Caminhada Contra o Câncer, cujo valor angariado nas inscrições é revertido para o Hospital do Câncer de Barretos.

Seu cliente merece recomendações, não apenas opções

Seu cliente merece recomendações, não apenas opções

Mostre o valor do seu produto, não apenas o descreva

Mostre o valor do seu produto, não apenas o descreva

segunda-feira, 28 de março de 2011

Ticket exporta talentos para sua matriz e demais filiais ao redor do mundo

Releases

Programação Fórmula Truck Domingo


DOMINGO - DIA 03/04/2011

Das 07:15 as 08:15 hs Teste Show

Das 08:30 as 09:00 hs Warm-Up

Das 09:10 às 09:25 hs Show de Motos I – Jefão

Das 09:30 às 09:45 hs Desfile dos Pilotos

Das 10:00 às 11:15 hs Truck Test

Das 11:25 às 11:45 hs Show de de Motos II – Negretti

Das 11:50 às 12:05 hs Show de Abertura – Fábio

Das 12:10 às 12:40 hs Show de Caminhões – Dani, Gabi e Junior

Às 12:45 hs Abertura de Box Às 12:55 hs Fechamento de Box

Às 13:05 hs Placa de 5 Minutos Às 13:10 hs Bandeira verde para volta de apresentação, mais 01:00 hs. de corrida (prova)

Apresentação Pic Ticket Car 2010 Puc São Paulo parte 5

Obrigado, por escolher o Ticket Car, como tema.

Apresentação Pic Ticket Car 2010 Puc São Paulo parte 4

Obrigado, por escolher o Ticket Car, como tema.

Apresentação Pic Ticket Car 2010 Puc São Paulo parte 3

Obrigado, por escolher o Ticket Car, como tema.

Apresentação Pic Ticket Car 2010 Puc São Paulo parte 2

Obrigado, por escolher o Ticket Car, como tema.

Apresentação Pic Ticket Car 2010 Puc São Paulo parte 1

Uma boa iniciativa, dos alunos da PUC.
Obrigado, por escolher o Ticket Car, como tema.

Vídeo: Kotler sobre Marketing e Estratégia

No vídeo abaixo, Philip Kotler, um dos Papas do Marketing e autor da bíblia “Administração de Marketing“, fala sobre como a aceleração dos negócios fez com que conceitos de estratégia e marketing se misturassem, por exemplo os 4 P’s.

Durante a entrevista ele também cita como outras áreas relacionadas, como estratégia industrial, também se misturam hoje com estratégia e marketing em si.

Vale a pena ver, apenas 3 min de vídeo:

É legal ver que Kotler (o mega-master-chuck-norris do marketing) também recomenda o livro aEstratégia do Oceano Azul. Por sinal você já leu nosso post sobre esse livro? Então veja-oaqui.

Vídeo: Como os executivos da BP resolvem seus problemas

Uma das notícias que mais tem chocado o mundo é o acidente envolvendo uma plataforma da British Petroleum no Golfo do México.

Além de causar danos terríveis ao meio ambiente, a British Petroleum tem se mostrado extremamente ineficiente na hora de resolver o problema. Tudo bem que não é simples resolver um vazamento de petróleo no fundo do oceano, mas gastar 2 meses e U$ 2 bilhões pra parar o vazamento já é exagero né?

Achei um vídeo no blog Sedentário & Hiperativo que ilustra como seria a atitude da BP caso fosse derramado um copo de café em cima da mesa. Apesar do vídeo ser muito engraçado, é triste pensar que ele é baseado em fatos reais.


(Link para o vídeo no Youtube)

Apesar de derramento de petróleo ser uma situação que provavelmente não ocorre muito na sua empresa, vale a pena refletir como você tem lidado quando as coisas saem do controle.

Segue um post que ilustra bem o que fazer quando as coisas derem errado: Bom atendimento – se você fez besteiras com o cliente, saiba pedir desculpas.

Entrevista com Fábio Barbosa, presidente do Santander Brasil

Entrevista com Fábio Barbosa

Como fui bolsista do Santander em 2008, fui convidado recentemente para participar do II Encontro de Reitores do Santander, em Guadalajara-MEX.

Além da viagem ter sido muito legal, tive a oportunidade de bater um papo com Fábio Barbosa, presidente do Santander Brasil e da Federação Brasileira de Bancos. O cara é tão sinistro que tem até página sobre ele na Wikipédia.

(Link direto para o vídeo no Videolog)

O mais interessante dessa entrevista é que Fábio foca em 2 grandes características do empreendedor que defendemos muito por aqui, liderança e otimismo. Ele próprio é um fantástico líder e um grande entusiasta do empreendedorismo brasileiro.

Se além de Fábio, você quiser conferir a opinião de empreendedores ligeiramente menos gabaritados que ele, seguem nossos artigos sobre o tema:

Características de um líder inovador: inspirar a ação

Nesse fantástico vídeo do TED, Simon Sinek mostra diversos exemplos de empresas que tiveram sucesso por causa da sua habilidade de inspirar pessoas. Ele explica de forma bem didática a importância de demonstrar um propósito no seu produto ao invés de simplesmente falar que ele é bom.

É bem interessante a análise que ele faz sobre o avião. Junto com os irmãos Wright existia uma outra empresa extremamente bem financiada que contratou as melhores pessoas mas simplesmente não conseguiu fazer o projeto do avião sair.

Ter dinheiro e pessoas capacitadas não é suficiente se você não tem paixão que inspire as pessoas a tirar sua ideia do papel. Em compensação, se seu produto inspira as pessoas, você não precisa ter tanto dinheiro assim.

Isso inclusive foi um dos pontos mais importantes da entrevista com Fábio Barbosa que fizemos ontem.

(Para assistir o vídeo com legendas, clique em Subtitles e escolha a opção “Portuguese”. Link direto)

Além de liderar pessoas dentro da empresa, você em algum momento precisará se comportar como um líder com os seus clientes. Se você quer inovar, é importante mostrar o caminho e inspirar a pessoas a seguí-lo junto com você.

Por isso, é tão importante ter paixão pelo que você faz e comunicar seu produto de forma que instigue as pessoas a se tornarem seus entusiastas. Pra isso, recomendo 2 artigos:

Vídeo: A importância de unir pessoas em torno de uma causa

O vídeo a seguir foi passado no avião da TAM quando a seleção brasileira estava indo pra África.

Depois de assistir o vídeo e aumentar seu patriotismo, vale a pena ler algumas lições do vídeo que podem ser aplicadas à sua empresa.

(Link para o vídeo no Youtube)

Pessoas gostam de ver pessoas
Ter pessoas comprovando seu produto/serviço é fundamental, como já falamos no artigo como conseguir um grande volume de clientes.

A grande verdade é que ninguém gosta de sentir que está sozinho. Ao usar discursos de pessoas reais mandando sua mensagem pra seleção, o vídeo foi muito mais impactante do que se eles usassem apenas palavras.

Sempre que possível, colha depoimentos dos seus clientes e mostre essas pessoas falando sobre sua empresa. Isso irá passar muito mais credibilidade do que você sozinho falando que sua empresa é a melhor do mundo.

Crie uma mensagem inspiradora
Apesar de não falar especificamente sobre os serviços da TAM, a mensagem inspiradora se espalhou e com certeza trouxe um fortalecimento de marca.

Uma mensagem padrão dificilmente seria lembrada, quanto mais espalhada através do boca-a-boca e blogs como o nosso querido Saia do Lugar.

Ao invés de simplesmente ficar falando “Meu produto é lindo e maravilhoso!”, passe uma mensagem que inspire as pessoas a sair do lugar. Pessoas inspiradas se tornam seus entusiastas, que além de comprar seus produtos e serviços, também irão fazer propaganda espontânea da sua marca.

Aproveite tendências
Apesar de ser extremamente clichê usar a Copa como tema da estratégia de marketing, isso funciona.

Nesse momento, a grande maioria da população brasileira está torcendo pela seleção e torcendo para darmos um sarrafo na Argentina na final. Aproveitar essa união para criar empatia é uma ótima forma de aproximar sua marca dos seus entusiastas.

Por sinal, já viu que nosso mascote no topo do blog está com camiseta do Brasil com as 6 estrelas do hexa?

Conclusão
Sempre que possível, faça questão de ser mais do que uma empresa, seja um verdadeiro líder dentro do seu mercado. Engajar pessoas em torno de uma causa é a melhor forma de se posicionar como referência e consequentemente, destacar sua marca.

Pra se aprofundar no assunto, recomendo 2 ótimos artigos:

domingo, 27 de março de 2011

Vídeo: 2 fantásticas lições da selva sobre marketing

Apesar de conhecer esses vídeos faz tempo, ainda não tinha analisado suas reais aplicações para o mundo do empreendedorismo.

Basicamente eles mostram de forma muito bem humorada o que pode acontecer caso você tenha boas estratégias de marketing.

Primeiro recomendo assistir os vídeos, depois dá uma conferida lá em baixo na análise sobre eles.

(Link para o vídeo no Youtube)

(Link para o vídeo no Youtube)

Lição 1
Não é questão de ser mais forte ou conhecer bem o ambiente, quem é mais rápido vence.

Lição 2
Cultivar uma boa reputação não é fácil. Mas depois que isso acontece, seus clientes virão até você.

Conclusão
Fica então a reflexão: você acha que essas lições da selva se aplicam ao seu mercado?

Se sim, o que você tem feito para aumentar sua agilidade e construir sua reputação? Se não, tem certeza disso?

Modelo de demonstração de projeto inovador

No início de 2009, fizemos uma pesquisa de quais eram as redes sociais que haviam se destacado no Brasil além do Orkut. Uma das mais legais que achamos foi o ebaH, que é basicamente uma rede social para compartilhar material de estudo.

Recentemente descobri um vídeo que eles usavam para explicar o sistema no início da empresa e tirei algumas lições dele.


(Link para o vídeo no Youtube)

Mostre de forma clara o problema que você resolve
Além do estilo “retrô” do início do vídeo, eles conseguiram mostrar qual problema eles resolvem de forma sensacional. Todo mundo que já sofreu com Xerox na faculdade sabe muito bem que aquilo é a mais pura verdade.

Muitas empresas seguem o caminho inverso, primeiro pensam em uma solução genial, só depois analisam se isso resolve um problema. A questão é: por que catzo alguém iria querer usar um produto que não resolve nenhum problema?

Demonstre como seu produto resolve o problema de forma inovadora
O primeiro passo é mostrar que existe um problema, também conhecido como demanda de mercado. Depois disso, o próximo passo é mostrar como seu produto resolve o problema de forma mais rápida, barata ou divertida que as soluções existentes atualmente.

Através de demonstrações das funcionalidades, eles conseguem mostrar quais as vantagens de usar o ebaH ao invés de simplesmente compartilhar Xerox e caçar na internet material.

Tenha dados reais, de pessoas reais, que estão dispostas a pagar dinheiro real pelo seu produto
Normalmente planos de negócios possuem dados mostrando que o mercado é gigantesco, que 11 em cada 10 especialistas falam que esse setor é o futuro, etc. Porém, esses números não significam absolutamente nada até que você tenha pessoas reais usando seu produto.

Especificamente no caso do ebaH, eles trabalham com um modelo de negócios baseado em publicidade, o que necessita uma grande quantidade de usuários. Mostrar um bom número de usuários nos primeiros meses no ar é muito mais convincente do que toneladas de dados de mercado.

Não enrole para começar a apresentar seu projeto
No caso do vídeo, eles já tinham o sistema no ar e puderam fazer um vídeo muito bacana. Porém, se sua ideia ainda está no começo, não tem problema.

Quando começamos a apresentar a Empreendemia pra referências da internet brasileira, incluindo o Renato Freitas (fundador do ebaH), não tínhamos dados, clientes, imagens do produto, nada. Porém, simplesmente começamos e apresentamos o nada que tínhamos e as pessoas pararam para nos ouvir. Com isso, conseguimos colher feedbacks e melhorar o projeto rapidamente.

Para ter uma ideia de quão tosco um projeto pode estar e mesmo assim ser apresentado, confira a primeira apresentação do projeto da Empreendemia.

Conclusão
Quanto mais dados reais você tiver, melhor. Mas se só tiver um conceito, mostre muito bem o problema que seu projeto resolve e como ele irá resolvê-lo melhor do que as soluções existentes. Com o tempo você irá melhorar sua apresentação do projeto, o importante é começar cedo e evoluir rápido.

As 3 coisas que realmente motivam as pessoas

Existe um grande motivo pelo qual eu decidi abrir a Empreendemia ao invés de seguir numa carreira de executivo: empreender me motiva infinitamente mais do que qualquer outra opção profissional.

Inclusive, pessoas adoram elogiar a coragem do empreendedor, mas na verdade é simplesmente uma questão de não conseguir fazer outra coisa todos os dias.

Através de uma sugestão do nosso leitor Rafael Borovik, empreendedor da Klaxus, conheci um vídeo que dá uma base científica muito interessante sobre o que realmente motiva as pessoas.

Motivação é fundamental para o dia-a-dia do empreendedor

Motivação é fundamental para o dia-a-dia do empreendedor

Dinheiro é um fator motivante, mas nem sempre
Existem basicamente 2 tipos de atividade, as que envolvem a lógica e as que envolvem a criatividade. Nas que envolvem a lógica e coisas mais palpáveis o dinheiro realmente é um fator motivante. Em atividades criativas o dinheiro prejudica o desempenho.

Se não é dinheiro, o que realmente motiva as pessoas?
Se você quer estimular a motivação em uma área que envolva criatividade e inovação, ou seja, empreendedorismo, entenda os 3 fatores essenciais para que a motivação coma solta.

Autonomia
Pessoas criativas gostam de ser donas do próprio nariz. Apesar de autonomia não significa fazer o que quiser, o sentimento de ter espaço para gerar novas ideias é fundamental. Ninguém consegue produzir algo realmente inovador cheio de barreiras ao redor.

Maestria
Quem quer fazer um trabalho grandioso adora olhar para ele e falar “Caramba, eu sou sinistro hein?”. Lembrando que para alcançar a maestria são necessárias MUITAS horas de prática. Veja mais em Para fazer coisas extraordinárias, é preciso treinar extraordinariamente.

Propósito
Quantas vezes você já parou no meio de uma atividade e pensou “Por que %@$ eu estou fazendo isso?”. Motivação vem de ter um motivo para fazer algo. Tendo um propósito grandioso a jornada rumo ao sucesso fica muito mais fácil.

Bacana! Quero saber mais sobre isso
Para aprofundar seu conhecimento sobre os 3 fatores e se tornar o mestre da motivação, não deixe de assistir esse vídeo sensacional. Para ver as legendas em português clique emSubtitles e escolha essa opção.

Existe outra versão do vídeo, com o mesmo áudio mas com uma animação muito bacana,confira.

Conclusão
Apesar desses fatores motivarem todas as pessoas, algumas simplesmente não estão dispostas a fugir da estabilidade financeira para correr atrás disso. Se você quer criar uma empresa inovadora que vai longe, esse não é o tipo de pessoa que você quer na sua empresa.

Um ótimo exemplo de empresa guiada por um propósito é a Zappos, que foi de 0 a 1 bilhão de dolares de faturamento em 10 anos. Confira nossa entrevista com o CEO da Zappos.

E você, que acha desses 3 fatores? Consegue enxergar como cada um deles influencia o dia-a-dia do empreendedor?

Vídeo: Como ganhar dinheiro na internet

Uma coisa muito comum que pensamos ao usar a internet para empreender é “Vou fazer um site, ele vai ter zilhões de visitas que vão clicar em meus banners e eu vou ficar rico!”. Por sinal, eu já tive esse pensamento.

Como ganhar dinheiro na internet

A grande questão é que exceto quando você tem uma visitação realmente cavalar, o que é MUITO difícil de acontecer, provavelmente sua renda com anúncios através de sistemas como Google AdSense e boo-box vai dar pra pagar um lanche e olhe lá.

No vídeo a seguir, Caio Marino do Morumbi.net dá algumas dicas de como montar uma empresa que trabalha com publicidade online de uma forma muito mais eficiente do que através de redes de anúncios.

Tenha um público de entusiastas
A parte mais legal da entrevista é quando ele fala “Todo veículo de bairro que eu conhecia ficava falando sobre notícias do mundo. Se eu quiser ler sobre Obama eu vou no Uol, não no veículo de bairro!”.

Isso é fundamental! Se você quer uma boa presença online, tenha um público específico e faça esse público muito feliz. Esqueça o público de massa e foque em conquistar verdadeiros entusiastas.

Conquiste credibilidade com sua comunidade
O Morubi.net levou alguns anos até alcançar o status de referência no bairro, isso não é fácil. Porém, esse status torna tudo mais fácil hoje em dia, já que as pessoas sabem que se está no Morumbi.net, é relevante para o bairro.

Crie um modelo de negócios que se adequa a sua realidade
Repare que Caio não simplesmente esperou que magicamente os anúncios do AdSense fizessem chover dinheiro em sua conta, ele tem um contato muito próximo com os estabelecimentos do bairro e essa venda direta é a melhor forma de ganhar mais do que alguns centavos.

Pra dar uma base de comparação, em um ano e meio nós ganhamos cerca de R$400 com anúncios. Nosso livro sobre desenvolvimento de produtos já gerou mais de R$800 em 2 meses e continua vendendo. Aliás, você já comprou o seu?

Assista a entrevista do Caio
O problema de resumos é que eles passam a impressão de que você já sabe o suficiente sobre o tema, o que nem sempre é verdade. O vídeo é bastante longo, então se você realmente pretende trabalhar nessa área, reserve um tempo para isso e assista-o até o fim.

Como viciado em conteúdo sobre marketing digital, digo: essa é a melhor entrevista sobre como ganhar dinheiro na internet brasileira que eu já vi. Recomendo!

Alma do Negócio 44 – Publicidade na Internet (Case de Sucesso Morumbi.net) – Caio Marino

Aproveitando, confira mais algumas entrevistas muito bacanas no Programa Alma do Negócio.

Caso de empreendedorismo no Brasil: Chilli Beans

Uma coisa eu sempre soube, a Chilli Beans é uma empresa sensacional. O que eu não sabia é que ela foi construída do nada por um moleque (assim como eu) e que sua história tem tantas lições bacanas para quem quer criar uma empresa marcante.

Chilli Beans

Mais do que um objeto de consumo, uma experiência

Nessa entrevista ao programa Fiz do Zero, Caito Maia conta o processo de criação da empresa e quais as principais lições aprendidas no processo.

(Link para o vídeo no Youtube)

O empreendedor enxerga oportunidades no seu dia-a-dia
Várias vezes eu fico pensando “O que leva alguém a produzir uma empresa de cabides? Não me parece ser uma mega oportunidade que alguém teria o momento Eureka, mas existe a demanda e alguém se dá muito bem nesse setor”.

Na prática, não importa muito quais são as tendências de mercado e oportunidades de coisas que não estão relacionadas ao seu dia-a-dia. Tanto para óculos quando para cabides, o empreendedor encontrou a oportunidade através da prática ao invés de filosofar sobre quais eram os mercados mais aquecidos de acordo com a Times Magazine.

Seu produto é mais do que o seu produto
Ao pensar só no produto, é difícil encontrar o valor intangível da experiência, que é normalmente o fator pelo qual as pessoas estão dispostas a pagar caro.

É simplesmente sensacional a percepção de Caito sobre o óculos não servir simplesmente para proteger do sol e sim para aumentar a auto-estima das pessoas.

Fluxo de caixa = Chuck Norris das ferramentas gerenciais
Uma coisa muito comum no pensamento empreendedor é “Quanto mais eu vender, melhor. Vou fazer o maior número possível de vendas e até eu dou um jeito de pagar as contas.”. O caso de Caito mostra bem onde como esse pensamento pode levar a falência.

Seus funcionários e as empresas que te dão luz, telefone e água não aceitam pagamento no formato “assim que meu cliente me pagar eu te pago”, eles precisam receber agora, em dinheiro. Dê um jeito de ter dinheiro para pagar suas contas ao invés de depender de vendas que talvez, um dia, possivelmente, possuem a probabilidade de cair na sua conta bancária.

Não custa nada bater mais uma vez nessa tecla: MUITO CUIDADO COM SEU FLUXO DE CAIXA.

Conheça muito bem o seu setor
A experiência que Caito teve com o Mercado Mundo Mix foi fundamental pra ele deixar de ser só um moleque empolgado e se tornar uma verdadeira referência no seu mercado.

Se você quer sair do seu aquário e ir pro oceano, estar presente nos eventos e manter o contato direto com seu cliente é obrigatório.

Espere, ainda tem mais
Além dos aspectos abordados nessa parte do programa, recomendo muito fortemente que você assista a parte 2 e a parte 3. Nas outras partes Caito fala sobre a importância de contratar as pessoas certas, como criar uma cultura empresarial que mantenha essas pessoas e como planejar as melhores formas de produção e distribuição do seu produto.

É uma verdadeira aula sobre empreendedorismo e marketing. Recomendo demais.

Vídeo: Se você cair, levante!

Mandado pelo meu amigo Francisco Gabas, o vídeo a seguir mostra de forma emocionante a importância de ficar em pé e seguir em frente, lição fundamental para qualquer empreendedor.

Vale a pena destacar que além da parte literal do vídeo, o exemplo de Nick Vujicic é simplesmente sensacional. Nascido sem os braços e pernas, ele decidiu seguir em frente e conseguiu se formar na faculdade com bidiplomação e hoje ganha a vida viajando pelo mundo dando palestras motivacionais.

(Link para o vídeo no Youtube)

Aqui no Brasil temos um exemplo similar de perseverança, Flávio Peralta. Depois de perder os 2 braços em um acidente, ele viaja o Brasil dando palestras sobre segurança do trabalho. Vale a pena conferir nossa entrevista com Flávio Peralta.

É interessante também lembrar do que um grande filósofo já falava: “Não importa o quão forte você é. E sim o quão forte a vida te bate e você ainda consegue ficar de pé” (BALBOA, Rocky. 2006).

Fica então a pergunta: e você, o que tem feito para ficar de pé?

Se você nunca falhou, você nunca viveu

Características do empreendedor: Aceitar o risco

Às vezes não é uma boa olhar pra trás

Mais do que perder dinheiro ou se machucar, o ser humano tem um medo gigantesco de ser rejeitado. Não é à toa que estatísticas mostram que as pessoas tem mais medo de falar em público (glossofobia) do que o medo da morte (necrofobia), do medo de aranhas (aracnofobia) e do medo de nunca ser campeão da Libertadores (corinthiansfobia).

Tá bom, eu inventei a última. Mas a grande questão é que o medo da rejeição é de longe o maior fator que impede as pessoas de fazerem coisas grandiosas. Para justificar seu medo, as pessoas inventam diversas desculpinhas como as mostradas na tirinha Os motivos para não empreender.

Porém, se você quer o sucesso, não tem pra onde fugir. Uma hora você irá falhar. O que diferencia as pessoas de sucesso das medianas é a capacidade de falhar e não desistir. Um ótimo exemplo é o vídeo a seguir, que representa muito bem uma frase de Henry Ford:

Não conheço pessoas que falharam. Só conheço pessoas que desistiram


(Link para o vídeo no Youtube)

Como dito no post de Miguel Cavalcanti (onde achei o vídeo), esse é daqueles vídeos que você assiste e fica quieto, pensando.

Fica então a pergunta: e você, o que tem feito para superar o medo e ir em direção ao sucesso?

Conte sua história nos comentários.

Abraços,
Millor Machado (falhando sempre, aprendendo sempre, avançando sempre)

Outro vídeo muito bacana nesse estilo é O poder da iniciativa. Vale a pena conferir!