Total de visualizações de página

sábado, 16 de abril de 2011

Arábia Saudita reduz produção de petróleo

A Arábia Saudita - maior produtor mundial de petróleo - cortou a produção em 500 mil barris por dia, revertendo o aumento anterior, ocorrido em resposta à crise na Líbia, informaram fontes familiarizadas com o assunto. No fim de fevereiro, o país aumentou a produção para aliviar as preocupações do mercado.

A medida foi uma resposta à paralisação das exportações de petróleo da Líbia devido à turbulência política no país. A redução, confirmada hoje por uma autoridade saudita, leva a produção do país para cerca de 8,5 milhões de barris por dia.

A Arábia Saudita observou um interesse limitado dos compradores pelo petróleo adicional, em parte devido aos preços elevados e à reduzida demanda japonesa após o terremoto que atingiu o país, no dia 11 de março. As informações são da Dow Jones.

Ontem, o FMI (Fundo Monetário Internacional) destacou o risco que o atual ritmo de alta dos preços do petróleo e de outras matérias-primas pode representar para a recuperação da economia global.

Conflitos no Oriente Médio e norte da África - especialmente na Líbia - ajudaram a impulsionar o valor do petróleo para os maiores níveis em dois anos e meio. Para o FMI, essa situação representa uma nova ameaça, devido à possibilidade de choques de preços de matérias-primas.

A fonte disse esperar que haja progresso no G20 (grupo formado por representantes de países ricos e dops principais emergentes) sobre as "diretrizes indicativas" para países específicos lidarem com desequilíbrios econômicos globais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário