Total de visualizações de página

sábado, 30 de abril de 2011

Calibragem incorreta aumenta gastos com veículo

A calibragem incorreta dos pneus podem acarretar prejuízos para os donos de veículos. Com a alta dos combustíveis, os motoristas buscam várias maneiras de economizar e uma delas é a calibragem correta dos pneus. Utilizar o carro com o pneu descalibrado, além de aumentar o consumo de combustível, ainda pode colocar em risco a vida das pessoas.

Levando em consideração os preços médios do álcool, de R$ 2,19, e da gasolina, de R$ 2,67, dá para estimar que o brasileiro perde, em média, um pneu por ano, ou cerca de R$ 250,00, que é o preço do item para um carro popular.

Se essa perda for projetada para Campinas, que tem uma frota de quase 700 mil veículos, chega-se a um número de quase R$ 230 milhões, o que equivale a quase um milhão de pneus adquiridos a mais, sem necessidade, simplesmente por que o motorista deixou de calibrar o seu pneu regularmente e de forma correta.

Além do desperdício de dinheiro e matéria-prima, essa enorme quantidade de pneus poder representar também perigo para a saúde das pessoas, já que muitos deles acabam jogados em áreas abertas, juntam água e servem de criadouro para o mosquito da dengue.

Para tirar dúvidas sobre a calibragem dos pneus a recomendação é ler o manual do veículo.

Em um carro que pede 30 libras, por exemplo, se você colocar somente 27 libras por muito tempo vai rodar seis mil quilômetros a menos. Se a calibragem for de 24 libras, a duração do pneu vai ser 15 mil quilômetros menor e, com 22 libras, a troca do pneu vai ocorrer aproximadamente 30 mil quilômetros antes do tempo previsto pelo fabricante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário