Total de visualizações de página

sábado, 28 de maio de 2011

Brasileiros são destaques no card do UFC 130, em Las Vegas; saiba tudo do evento deste sábado

Thiago Alves, Jorge Santiago, Gleison Tibau, Rafaello Oliveira e Renan Barão subirão no octógono da MGM Arena

Poucos lutadores têm tanto carisma quanto o americano "Rampage" Jackson dentro e fora do octógono. Após uma vitória pouco convincente contra o brasileiro Lyoto Machida, Rampage volta ao UFC para enfrentar Matt Hamill neste sábado, dia 28, na MGM Arena, em Las Vegas. Hamill, portador de deficiência auditiva, é um dos melhores wrestlers da atualidade, sendo campeão paraolímpico (estilo livre) nessa modalidade.

O evento terá ainda o embate entre os pesados Frank Mir e Roy Nelson. Os brasileiros também marcam presença na edição 130: Thiago Alves, o Pitbull, toca luvas com Rick Story, que vem de cinco vitórias seguidas; natural de Angra dos Reis, Jorge Santiago reestreia contra o fuzileiro naval Brian Stann. Completam o card principal da 130ª edição o embate entre os gigantes Stefan Struve e Travis Browne.

Nas preliminares, presença brasileira em dose tripla com o potiguar Gleison Tibau encarando o também brasileiro Rafello Oliveira, o Trator. Já Renan Barão estreia na categoria galo do UFC batendo de frente com Cole Escovedo.

Ex-campeão até 93kg do UFC, Rampage está focado em reconquistar o título da categoria. O lutador recusou disputar o cinturão contra Maurício Shogun no UFC 128 porque só teria quatro semanas para se preparar, abrindo caminho para o fenômeno Jon Jones, atual campeão.

"A primeira vez que eu lutei contra o Shogun, eu estava machucado. Queria estar 100% na segunda luta contra ele. Não é segredo para ninguém que eu ganhei peso. De maneira alguma eu poderia ter aceitado essa luta com apenas quatro, cinco semanas para me preparar", explicou Rampage, que substituiria Rashad Evans após este ter se lesionado. Rampage enfrenta no UFC 130 o lutador Matt Hamill, que coleciona vitórias contra Tito Ortiz, Mark Munoz, Tim Boetsch e Keith Jardine.

"Matt venceu Tito na sua última luta e agora ele enfrenta Rampage. Ele está atingindo seus objetivos e alcançando lutas decisivas", disse o presidente do UFC Dana White.

Frank Mir x Roy Nelson Mir é ex-campeão dos pesados e vem de uma grande vitória contra a lenda das artes marciais mistas Mirko Cro Cop. O lutador de 32 anos nocauteou o croata com uma joelhada no UFC 119 e ganhou duas das suas três últimas lutas, incluindo uma vitória por finalização contra Cheick Kongo no UFC 107.

"Roy é um cara duro. Estou realmente focado nesta luta e não estou muito preocupado
com o que está além disso", contou Frank Mir que afirmou que a bandeira cubana estará estampada no seu short no evento deste sábado. "É um tributo ao meu pai que é de Havana", revelou.

Seu adversário no UFC 130 é um nocauteador nato. Apesar da barriga protuberante, Roy Nelson é um verdadeiro atleta com grande poder de absorção. Venceu duas das suas três últimas lutas por nocaute no primeiro round contra Stefan Struve e Brendan Schaub e foi premiado pelo melhor nocaute da noite. Sua última luta foi contra o brasileiro Junior Cigano que o derrotou na decisão unânime dos juízes. Roy é faixa preta do jiu-jitsu e possui habilidades de finalização que pode derrubar qualquer peso pesado.

"Você deve sempre ter medo de Frank porque ele tem um verdadeiro mix das artes marciais. Ele é bom em todos os aspectos. Ele é maior e mais forte que o Cigano, então, ele bate mais forte", disse Nelson.

"Essa será uma luta muito divertida. Frank Mir x Roy Nelson será o embate entre dois monstros pesos pesados com grandes poderes de nocaute e finalização. Estou animado para ver esse show", disse o presidente do UFC, Dana White.

Os brasileiros no card principal
Um dos brasileiros no card principal, Thiago Alves pode ser considerado um dos strikers mais devastadores, com notáveis vitórias contra Josh Koscheck e Matt Hughes. Em dezembro, por exemplo, venceu John Howard por decisão unânime dos juízes. No UFC 130, o brasileiro enfrenta Ricky Story, que vem de cinco vitórias consecutivas.

Retornando ao octógono após pouco mais de quatro anos atuando em outras organizações, Jorge Santiago quer mostrar que é um novo lutador no UFC. Após uma tímida estreia no UFC em 2006, quando teve uma vitória e duas derrotas, o lutador brasileiro fez bonito nos últimos quatro anos em outros eventos de MMA colecionando 11 vitórias em 12 lutas.

No UFC 130, ele enfrenta o lutador americano Brian Stann, ex-fuzileiro naval no Afeganistão. Vencedor de quatro de suas últimas cinco lutas, incluindo um nocaute memorável sobre o então queixo-de-aço Chris Leben no UFC 125.

Brazucas marcam presença também no card preliminar
Mais três brasileiros querem se destacar no UFC. O veterano Gleison Tibau toca luvas com o pernambucano Rafaello de Oliveira. Tibau tem oito vitórias em 13 lutas, mas sempre teve desempenho irregular, não conseguindo manter um número considerável de vitórias para brigar pelo cinturão. Seu adversário Rafaello de Oliveira, conhecido como Trator, ganhou a chance de voltar ao UFC após a lesão de Bart Palaszewski. Trator foi demitido do UFC após duas derrotas e agora tem a grande chance de ficar de vez no evento.

Ainda pelo card preliminar, o potiguar Renan Barão enfrenta o americano Cole Escovedo. Vindo de duas vitórias por finalização em um total de duas lutas no extinto WEC, Barão, o único representante brasileiro da categoria galo, a mais leve do evento, faz sua estreia no UFC.

CARD PRINCIPALQuinton "Rampage" Jackson vs. Matt Hamill
Frank Mir vs. Roy Nelson
Stefan Struve vs. Travis Browne
Brian Stann vs. Jorge Santiago
Thiago Alves vs. Rick Story

CARD PRELIMINARMiguel Torres vs. Demetrious Johnson
Kendall Grove vs. Tim Boetsch
Gleison Tibau vs. Rafaello de Oliveira
Michael McDonald vs. Chris Cariaso
Renan Barão vs. Cole Escovedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário