Total de visualizações de página

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Facebook e Microsoft unidas por um ideal Desde o dia 16 de maio, na última segunda-feira, as empresas Facebook e Microsoft se uniram para combater a poderosa empresa de busca na internet, a empresa Google.

A briga entre as grandes empresas no mundo da informática e tecnologia está grande. Desde o dia 16 de maio, na última segunda-feira, as empresas Facebook e Microsoft se uniram para combater a poderosa empresa de busca na internet, a empresa Google.
A estratégia adotada pelas empresas foi usar o Bing com a ajuda da rede social Facebook para assim conseguir tornar seus resultados mais eficientes. Nessa estratégia, três ferramentas foram acrescidas ao plano de combate; as ferramentas são: o Trusted Friends, o Collective IQ e o Travel Features, cada ferramenta com sua característica, assim conseguindo aproximar mais os dois serviços.
Mas para que tudo isso funcione corretamente, o internauta precisa estar conectado na rede social Facebook quando for acessar o site de busca da Microsoft, o Bing, para que assim, quem estiver usando a ferramenta, sinta os efeitos. Desta maneira, o usuário poderá colocar fotos dos amigos do usuário que curtiram o assunto pesquisado junto aos resultados, com a ajuda da ferramenta Trusted.
O uso da ferramenta Collective, funciona da seguinte maneira: quando uma empresa oferecer descontos em anúncios na rede social, o usuário conseguirá ver a mesma oferta no site de busca Bing e assim se um anúncio tiver muitos “likes”, este mesmo aparecerá nos resultados também.
Já no uso da ferramenta Travel, ajudará o usuário a ver resultados de busca por um local onde estiveram, moraram, ou até mesmo pretendam viajar. Sendo assim, quem estiver fazendo a busca no “botão curtir” por um preço de passagem, as atualizações nos valores das mesmas, serão publicadas na news feed do usuário.
Essas mudanças não chegam a assustar o Google, mas de certa maneira, mostra o empenho das empresas Facebook e Microsoft para tentar pressionar e assim atrair mais usuários para suas páginas na internet, tirando um pouco a mística de que as buscas devam ser feitas somente pela página da empresa Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário