Total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Planejar um negócio é dar direções a ele, não uma coleira

A dica de hoje foi mandada por Tim Berry através do blog Planning Startups Stories.
Qual é melhor: mirar algo a partir de uma grande distância e se engajar naquilo sem ter nenhuma flexibilidade; ou especificar direções mais gerais e ir até lá em passos menores e flexíveis?
A segunda é melhor. É claro.
A primeira é como o mito do Plano de Negócios, do jeito que ele é erroneamente entendido. A segunda é planejar um negócio, do jeito que um plano deve ser feito.
O real planejamento de um negócio não fecha suas possibilidades no longo prazo. Bem ao contrário, ele define direções e prioridades, e passos concretos, e te dá algo que você possa rastrear e gerir. Ele te dá mais flexibilidade, não menos. Mantenha o longo prazo em mente enquanto você lida com o curto prazo. Observe como as coisas se desenrolam, o que acontece como previsto, e o que muda. Administre seu negócio, com planejamento.
E não, enfaticamente não, defina um plano uma vez por ano pra depois segui-lo até que você faça um novo planejamento no ano seguinte.
Então não jogue o bebê fora junto com a água do banho. Não ache que pelo fato de algumas pessoas usarem o Plano de Negócios da forma errada, transformando-o numa coleira, você não vai querer planejar o seu negócio. Apenas faça-o direito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário