Total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Prefeitura deverá licitar em junho serviço de estacionamento rotativo

 
 
“Porto Velho cresceu, a população aumentou, surgiram muitas oportunidades de emprego e a economia avançou, com isso o poder aquisitivo também elevou e as pessoas puderam comprar novos veículos. Além disso, com o número grande de empresas que se instalaram na cidade, muitos carros funcionais também começaram a circular. Este é um processo natural do desenvolvimento da cidade”, explicou o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Itamar Ferreira, ressaltando que devido a este cenário, o estacionamento está gerando certo transtorno na cidade.
 
 
“Estamos estudando formas de amenizar esta situação, principalmente na Avenida Sete de Setembro, maior alvo das reclamações. Como ações iniciais da prefeitura, identificamos e regulamentamos os estacionamentos de motos e carros, táxis e mototáxis, carros fortes, vagas para deficientes e idosos e corredor de ônibus, porém ainda há muita falta de conscientização.
 
Muita gente acaba estacionando motocicletas na vaga de carro e vice versa, ou utilizando os acessos restritos. E o mais complicado existem pessoas que estacionam pela manhã e retiram seu veículo somente à noite. Não dando espaço para outras pessoas que precisam circular nesta região. Como é um centro comercial há a necessidade de garantir um estacionamento rotativo e um horário estipulado de duas horas no máximo para utilização da vaga”, comentou o secretário.
 
Ainda de acordo com Itamar Ferreira a frota cresceu 20% em relação ao ano de 2008 e em novembro de 2010 foram registrados 145 mil carros circulando pelas ruas da cidade, o que resulta numa ocupação quase que total das vagas existentes.
 
“A Semtran intensificou a fiscalização e os agentes têm notificado os condutores que estacionam de forma irregular. Porém o controle do limite de tempo de estacionamento ainda não é feito. Para isso vamos no inicio de junho, licitar o serviço de estacionamento rotativo. Estamos finalizando alguns estudos, esta semana iniciaremos uma série de ações para orientar a população sobre a implantação deste serviço, como pit stop e panfletagens. E assim, ele sendo implantado vamos garantir que estes veículos possam circular e não segurar as vagas disponíveis”, destacou.
 
A ação deve ser levada para outros centros comerciais como Jatuarana, na zona Sul e Amador dos Reis, na Zona Leste. “Dar um tratamento melhor à questão do ordenamento desses estacionamentos é uma das orientações do prefeito Roberto Sobrinho, que tem priorizado a questão do trânsito como um todo, seja a sinalização, abertura de novas vias para garantir outras rotas para desafogar as tradicionais, e em breve os viadutos. O estacionamento também faz parte destas ações e do Plano Municipal de Mobilidade Urbana de Porto Velho”, afirma.
 
O secretário salienta que ao implantar o estacionamento rotativo as vagas existentes serão utilizadas de maneira mais democrática, permitindo que um número maior de pessoas utilize esses espaços.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário