Total de visualizações de página

domingo, 22 de maio de 2011

Quatro tecnologias que sua empresa ainda vai procurar Startups da área de TI desenvolvem ferramentas para atender às maiores demandas dos departamentos: eficiência de custos e desempenho ao migrar para a nuvem. Por REDAÇÃO DA COMPUTERWORLD-EUA 19 de maio de 2011 - 14h23

Se uma empresa quer saber quais ferramentas de TI e tecnologias usará em alguns anos, vale a pena prestar atenção a algumas das startups que se destacam no mercado e que têm foco em tecnologia corporativa.
Capitalistas de risco e empreendedores concordam que as startups de TI que recebem financiamento nos dias de hoje são as que oferecem mais oportunidades de cortar custos, aliviar dores de cabeça e capazes de tornar a vida dos departamentos de tecnologia mais fácil, sem investimentos de capital em software e infraestrutura. Os investidores estão apostando em companhias novatas  com o objetivo de desenvolver sistemas de gerenciamento de recursos de TI, armazenamento na nuvem, virtualização e gestão de dispositivos móveis.
Quatro startups, em especial, estão-se destacando por esse potencial de economia. Mesmo que por enquanto não haja disposição para usar seus produtos específicos, provavelmente algo similar será considerado em um ano ou mais.
1 – Software de monitoramento de recursos de TI baseado na nuvem – Apptio
Nos últimos anos, a área de TI se viu sob pressões para evoluir e se tornar melhores prestadores de serviços para a corporação em vez de centro de custos. Para isso, é necessário monitorar o uso dos recursos de TI, incluindo horas de profissionais, hardware, software, energia e refrigeração.
O sistema da Apptio, com preço que se inicia a partir dos 100 mil dólares anuais, variando de acordo com número de usuários ou módulos implantados, é uma suíte na modalidade de software como serviço (SaaS) que promete dar aos times e executivos de TI um olhar consolidado sobre todos os investimentos da área e custos associados, mostrando o impacto financeiro de cada cliente. Usuários autorizados podem inserir dados, rodar relatórios, visualizar informações por meio de um painel específico ou disparar alertas baseados em limites predefinidos, como um nível de uso de armazenamento de uma unidade de negócios.
A ferramenta cria também uma “conta de TI” para cada unidade de negócios para mostrar exatamente qual é o consumo de cada uma. Um recurso como esse permitira alinhar orçamentos com mais precisão e desenvolver programas relacionados na companhia.
2 – Backup na nuvem para aplicativos web - Backupify
Sob pressão constante de tornar todos os dados seguros e recuperáveis, a área de TI é desafiada com um desafio crescente: controlar os dados gerados pelos usuários em aplicativos web, como e-mail, sites de mídia social, ferramentas de colaboração e compartilhamento de documentos.
A empresa Backupify, com seu produto Backupify Pro 500 (custando a partir de 19,99 dólares por dez usuários por mês e mais 3 dólares por usuários adicionais), oferece uma maneira de realizar backup de todos os principais sites de e-mail na nuvem e mídia social, além de aplicações hospedadas na nuvem de armazenamento da Amazon.
“O departamento de TI tem de lidar com a criação de dados em nichos pela web, expondo-os a hackers e vírus. Eles também podem ser perdidos por erros humanos”, descreve o CEO da Backupify, Rob May. Ele completa dizendo que ao centralizar dados de usuários no ambiente da Amazon, a TI pode aplicar segurança e políticas de desduplicação de dados em compliance sem construir sua própria infraestrutura de armazenamento.
Um exemplo: para realizar o backup do Google Apps, a companhia registra as contas no software e recebe e-mail confirmando cada backup completo, assim como o acesso a arquivos e downloads. O módulo de mídia social funciona de forma similar: a área de TI pode registrar cada serviço do qual quer fazer backup.
O apelo da ferramenta é mais óbvio para companhias com regras de retenção de dados rígidas, como as existentes em empresas da área financeira e de saúde, porque permite que elas se beneficiem da mídia social e da web eliminando os riscos típicos.
3 – Gestão de dispositivos móveis - Klomptek
Uma das questões mais urgentes para a área de TI resolver no dia de hoje é o controle sobre dispositivos móveis da empresa. Monitorar e dar segurança a dispositivos perdidos e roubados ´são tarefas difíceis, mas posto que smartphones e tablets têm acesso a dados corporativos, é crítico ganhar a habilidade de localizar, bloquear e apagar o conteúdo dos aparelhos.
A ferramenta Track and Protect, da Klomptek, cobra por comandos utilizados. Um pacote de dez comandos, por exemplo, custa 5,99 dólares. 45 comandos podem ser comprados por valores a partir de 19,99 dólares. Mas os valores dependem da região geográfica.
Podendo ser gerenciado centralmente pela TI ou individualmente pelos usuários, o aplicativo oferece uma página web que permite controlar e localizar o equipamento. Da mesma página, que pode ser acessada por browers em telefones móveis, um usuário pode enviar um comando SMS que cria uma série de ações: localiza com o GPS, silencia o aparelho para que ele não chame atenção, amplifica o microfone para que o usuário saiba o que está acontecendo em torno do aparelho, por meio de uma chamada realizada discretamente. Com isso, o usuário pode saber se deixou o aparelho em uma estação de trem ou em um parque de diversões, por exemplo.
Entre outras opções, o usuário pode usar a câmera para tirar uma foto do ladrão, acessar o histórico, como números discados, bloquear ligações e fazer backup das informações dentro dele antes da limpeza completa. Disponível para Android, BlackBerry e Symbian.
4 – Virtualização de banco de dados - Delphix
Um elemento que consome muito do tempo da área de TI, sem falar da infraestrutura de data center, é a clonagem de banco de dados. Eles são clonados para testes, desenvolvimento, data warehousing e se multiplicam, consumindo recursos preciosos.
A ferramenta Delphix Server, da empresa Delphix, custa a partir de 2 mil dólares por mês em um contrato anual e permite que um único banco de dados seja virtualizado para ser aplicado para todas as aplicações.
O banco de dados virtual se sincroniza em tempo real com o banco de dados em produção, de forma inteligente: somente os dados alterados são trocados de fato, reduzindo também a carga de trabalho na infraestrutura.
O objetivo da ferramenta é consolidar recursos de data center e acelerar o processo de testes, desenvolvimento, implantação, gerenciamento e ciclos de atualização. Além disso, o portal que a Delphix oferece permite que a área de TI programe políticas e aloque armazenamento de forma que usuários possam atender seus próprios pedidos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário