Total de visualizações de página

domingo, 22 de maio de 2011

Welter defende integração modal de transporte para Região Oeste

Do site do Deputado Estadual Welter
O deputado Elton Welter ( PT) defendeu, nesta segunda-feira ( 16) que o governo do Paraná adote as propostas do Pacto Oeste como política de Estado para o desenvolvimento econômico e social daquela região. O Pacto Oeste reúne 11 municípios do eixo Cascavel-Guaíra e propõe a integração dos modais de transporte rodoviário, ferroviário,aeroportuário e hidroviário, para aumentar a competitividade e agregar valor à produção regional.
Segundo Welter, “ o Pacto Oeste é um projeto real e audacioso, não é um sonho, mas sim uma necessidade. Estamos na maior região produtora de proteína animal, o mundo precisa da nossa produção, é uma causa de todos nós, pois consolidando o modal rodoviário com o ferroviário e hidroviário pelo rio Paraná e o aéreo de carga, seremos uma das regiões mais ricas, basta olharmos para as cooperativas e indústrias que temos aqui. A integração dos modais vai facilitar o transporte e reduzir o custo da nossa produção, tornando-nos mais competitivos e vamos gerar mais tributos para a União, o Estado e Municípios”, defende Welter.
 
O deputado esclarece que o Pacto Oeste faz parte da agenda do governo federal, estado e lideranças regionais. Algumas obras já tem recurso previstos no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. “O estado vai intervir para garantir esta integração modal, mas em parceria com a iniciativa privada. O desafio é colocar o Projeto no Plano Plurianual da União e do estado e incluir suas ações nos orçamentos deste ano”.
 
Welter enfatizou que as lideranças regionais não devem perder o foco, neste momento. “Precisamos ficar atentos aos prazos da execução dos projetos licitados e garantir muita articulação política”.
 
As obras de rodovias são as mais adiantadas. “Já estão previstas no PAC 2 as obras de Cascavel até Guaira. São R$ 280 milhões para a restauração da BR 163, e está em estudo a duplicação de Toledo a Marechal Cândido Rondon. Já de Rondon a Guaíra foi licitada a terceira pista, a recuperação e o acostamento. Estas ações vão melhorar as condições da integração da nossa região, que pode se tornar a maior produtora de proteína vegetal e animal do mundo”.
 
A integração dos transportes prevê a extensão da Ferroeste, até o Mato Grosso do Sul e as obras até o Porto de Paranaguá. “O estudo de viabilidade técnica e econômica do ramal ferroviário que deve integrar Paranaguá, Cascavel, Guaíra e Mato Grosso já foi licitado pela Valec. O projeto contempla 1200 km de ferrovia, que vão integrar todo o Estado, de Guairá até Paranaguá.
 
Elton Welter disse que o Pacto Oeste deve passar pela elaboração de um plano que indicará o local adequado para um aeroporto de cargas. “Queremos conciliar o transporte de passageiros e de carga e logisticamente é preciso pensar na integração dos modais, assim o plano deve levar em conta essa condição”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário