Total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Grupo AES e Elektro apresentam práticas sustentáveis em seminário da FNQ

Realizado em São Paulo, o evento terá palestra da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva e abordará o desafio de inovar na gestão das organizações, buscando o crescimento sustentável.
As empresas do setor de energia elétrica Grupo AES e Elektro participam de painéis de debate sobre práticas de inovação para sustentabilidade no 19º Seminário Internacional em Busca da Excelência, que a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) promove nos dias 9 e 10 de junho, em São Paulo. Por meio de palestras e apresentação de cases de sucesso, o evento aborda os desafios de gestão das organizações para promover a inovação voltada para o crescimento sustentável.
Sob o tema “Gestão da inovação para sustentabilidade”, o seminário ainda pretende debater a insustentabilidade do atual modelo econômico, em que o foco dos esforços da sociedade e das organizações ameniza provisoriamente os sintomas e não soluciona totalmente as causas dos problemas da humanidade, que atualmente é fundamentada na cultura de consumo e no uso exponencial dos recursos naturais.
Será proposta ainda uma reflexão sobre as medidas mais comumente aceitas, tal como a redução da emissão dos gases na atmosfera, que são relevantes para minimizar os impactos ambientais, mas não suficientes para o crescimento sustentável.
O evento contará com a palestra da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva e as apresentações do ex-secretário do Meio Ambiente do México Victor Lichtinger e do professor da Fundação Getúlio Vargas, Renato Orsato, autor do livro “Estratégias de Sustentabilidade: quando vale a pena ser verde?”. Haverá ainda painéis de debates com a apresentação dos cases da petroquímica Braskem, do Instituto Akatu de Consumo Consciente, do banco Itau Unibanco, da empresa de alimentos e bebidas PepsiCo e da rede de supermercados Walmart, que mostrarão suas boas práticas de inovação e suas contribuições para a sustentabilidade.
Para o diretor executivo da FNQ, Ricardo Correa, é preciso que as organizações e a sociedade saibam cooperar e promover a inovação na gestão para conquistar a sustentabilidade. “Vivemos em uma sociedade de consumo que alimenta a economia. Essa combinação é insustentável e traz um desafio de gestão, que demanda muito mais do que a criação de produtos que não poluem o ambiente. Para conquistarmos uma economia mais sustentável, é fundamental que haja uma mudança de cultura e de atitude das pessoas e das organizações, reduzindo assim o consumo e usando de maneira consciente os recursos naturais”, destaca.
.[19º Seminário Internacional em Busca da Excelência, dias 09 e 10 de junho, das 8 às 17h30 (dia 9) e 9h às 13h (dia 10),no Espaço APAS (Rua Pio XI, 1200 - Alto da Lapa - São Paulo)| www.fnqsebeinternacional2011.com.br ].
FNQ-Criada em 1991, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) é uma instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é disseminar amplamente os Fundamentos da Excelência em Gestão para organizações de todos os setores e portes. Desta maneira, a FNQ contribui com o aperfeiçoamento da gestão, o aumento da competitividade das empresas e, consequentemente, com a melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro. A instituição é responsável pela organização, promoção e avaliação do Prêmio Nacional da Qualidade® (PNQ), que reconhece anualmente as melhores práticas de excelência de gestão das empresas brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário