Total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Indústrias podem disputar Prêmio Nacional de Inovação, da CNI O objetivo é reconhecer iniciativas que contribuíram para o aumento da competitividade do país; inscrições seguem até esta terça-feira (31)

Indústrias de todo o país podem inscrever, até o dia 31 de maio, cases de sucesso em gestão da inovação, competitividade, design e desenvolvimento sustentável no Prêmio Nacional de Inovação, que substitui o Prêmio CNI. Iniciativa da Confederação Nacional da Indústria, em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC), a premiação ganha o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). O objetivo é reconhecer as empresas industriais que contribuem para o aumento da competitividade e o desenvolvimento sustentável do setor no país.
O processo de mobilização e de reconhecimento de empresas será realizado no âmbito da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), movimento coordenado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Prêmio, na sua edição 2011, reconhecerá as empresas industriais que apresentarem as melhores práticas em quatro categorias. São elas:
Gestão da Inovação - visa a reconhecer as empresas industriais que internalizam métodos, técnicas e ferramentas de gestão da inovação, e apresentam um ambiente favorável ao desenvolvimento de projetos inovadores. A avaliação desta categoria abordará um conjunto de requisitos que demonstrem o grau de maturidade da gestão e da inovação na empresa.
Competitividade - tem o propósito de reconhecer Projetos Inovadores que contribuam para o aumento dos níveis competitividade da empresa. São iniciativas que buscam a adequação ou aprimoramento de produtos, processos e modelos de negócio capazes de gerar significativos impactos na empresa e no mercado.
Design - premiar Projetos inovadores voltados para introdução de mudanças e adaptações de produtos com base em atividade de design que enfoquem planejamento, diagnóstico, mudanças e adaptações de produto, interação entre as atividades de design e os setores responsáveis pela produção, programação econômico-financeira, comercialização e divulgação.
Desenvolvimento Sustentável - esta categoria visa reconhecer projetos inovadores voltadas para melhorias do desempenho socioambiental das empresas com foco na implantação de sistemas de gestão ambiental, adoção de práticas de produção mais limpa, sistemas de tratamento de resíduos, programas de educação ambiental, de sustentabilidade e de equilíbrio e reciclagem de produtos, entre outros tipos de aperfeiçoamentos aplicados em produtos e processos com vistas à conservação e ao uso sustentável dos recursos naturais.
Outra novidade é que as indústrias farão a inscrição diretamente na etapa nacional, tendo em vista que não serão realizadas as etapas classificatórias regional e estadual. 
Informações pelo site www.cni.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário