Total de visualizações de página

terça-feira, 21 de junho de 2011

Que situação: ANTT é cobrada pelo Ministério Público

Enquanto a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) não cumprir um dos seus papéis, de fiscalização rígida das concessões ferroviárias, passará pela “saia justa” de ser acionada pelo Ministério Público para prestar informações. É o que está acontecendo não município de Jales, a 585 quilômetros da capital paulista. O Ministério Público Federal em Jales enviou ofício à ANTT e à América Latina Logística (ALL) sobre quarto descarrilamento consecutivo de composições da operadora na região noroeste de São Paulo.

A falta de fiscalização da ANTT e aplicações de multas ou outras penalidades, como até a de perder a concessão, parecem que não existem para a agência reguladora do setor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário