Total de visualizações de página

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Uso de cartões de crédito e débito aumentou em 2010, diz BC

BRASÍLIA  – A quantidade de pagamentos com cartões de débito e de crédito aumentou 23% no ano passado, enquanto a emissão de cheques caiu 7,1%, mantendo a tendência de queda verificada nos últimos anos. No todo, juntando cheques, cartões, boletos de cobrança, convênios de arrecadação e transferências, a movimentação do sistema financeiro nacional cresceu 9% em relação a 2009. Os índices constam do Adendo Estatístico – 2010, divulgado nesta quarta-feira (15) pelo Banco Central (BC).

No que diz respeito ao atendimento das instituições financeiras, o canal internet, home e office banking – ou seja, o atendimento bancário pelo computador pessoal ou do trabalho – foi o mais utilizado pelos clientes, com expansão de 26,7% no ano. Já os pagamentos por meio do débito direto, predominantemente intrabancário no mercado interno, tiveram baixa expressividade em termos relativos e representaram apenas 4% do total de transações bancárias.

A publicação mostra ainda que a quantidade de terminais onde se fazem transações com cartão de pagamento manteve-se estável, ao contrário do crescimento acentuado em anos anteriores. Nas redes de comunicação de dados em alta velocidade, permanece elevada a relação de 917 terminais por grupo de 1 milhão de habitantes. Em contrapartida, o índice de uso dessas redes continua baixo, comparado a outros países, porque ainda é pequeno o nível de interoperabilidade e compartilhamento das redes no país.

De acordo com o Adendo Estatístico – 2010, o sistema de pagamentos brasileiro precisa ter mais iniciativas no sentido de aumentar a utilização da plataforma de débito direto autorizado. A publicação também aponta a necessidade de ganhos de eficiência em infraestrutura, de modo a aumentar o nível de interoperabilidade e de compartilhamento nas redes de autoatendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário