Total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

As 50 marcas mais “verdes” do mundo Isaac Edington


A consultoria Interbrands divulgou resultado da pesquisa com as 50 marcas mais verdes do mundo, graças às suas performances em pelo menos 10 países onde elas atuam. Venceu a Toyota, seguida pela 3M, pela Siemens, pela Johnson & Johnson e pela HP.
Impulsionada pelo lançamento do modelo híbrido Prius, a montadora japonesa Toyota foi eleita a “marca global mais verde de 2011″ no ranking que considera os dez mercados principais de cada uma delas – no caso da vencedora deste ano são: Estados Unidos, Japão, China, Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Brasil, Espanha e Índia.
A alta pontuação da Toyota vem, em grande parte, do status que o Prius alcançou, tornando-se sinônimo de veículo híbrido. Além disso, a montadora fez um grande esforço para melhorar sua reputação no desenvolvimento de modelos ecológicos.  No top 10, figuram ainda outras duas empresas do segmento automotivo: Volkswagen, em 6º; e Honda, em 7º. Completam as 10 primeiras Dell, Cisco e Panasonic. Segundo o ranking, marcas como L’Oréal (15º), Nokia (22º) e HSBC (48º) têm performance mais positiva que a percepção do público em questões sustentáveis. Na contramão, destacam-se McDonald’s (45º), GE (24º) e Coca-Cola (27º) entre as empresas que tem percepção acima de suas performances nesse sentido.  Embora boa parte das empresas avaliadas atuem no Brasil, nenhuma delas têm origem no país. O destaque fica por conta dos Estados Unidos, que têm 24 das 50 companhias mais sustentáveis do mundo em 2011, segundo o ranking. A Alemanha (7) e o Japão (6) vem na sequência.
Veja quais foram as 50 empresas mais verdes do mundo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário