Total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Vereador propõe criação de cartão pré-pago no abastecimento do Semae


 Imagine se em vez dos hidrômetros tradicionais, a medição e controle do abastecimento da água nas residências fosse feito por dispositivos eletrônicos e que em vez de contas mensais de consumo os consumidores pudessem adquirir cartões pré-pagos com determinada quantidade de água. Esta experiência, que tem sido implantada com sucesso em várias cidades, é a sugestão do vereador Osvaldo Ferreira dos Santos (PPS) para melhorar o abastecimento em Mogi das Cruzes.

“Muitas cidades, como Palmas (TO) estão empregando este novo sistema, que oferece muitas vantagens, como a redução do desperdício, melhor controle dos gastos, fim da medição manual nas casas e identificação mais fácil de vazamentos, que muitas vezes terminam sendo cobrados dos moradores”, explicou o vereador. Um requerimento apresentando o projeto foi aprovado pela Câmara na sessão desta terça-feira (09/08/2011) e será encaminhado ao prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (DEM), solicitando que estude a viabilidade da proposta.

De acordo com o documento, o sistema é composto por um medidor eletrônico inteligente, instalado na residência, com capacidade para abrir, fechar e medir o fornecimento de água. O cliente pode comprar cartões com diversos volumes de água, que são vendidos em bancos, lotéricas e comércio em geral. Cada cartão tem um código de ativação para ser inserido no hidrômetro inteligente.

“Trata-se de um modelo novo que merece ser estudado, pois à primeira vista parece bem interessante. É importante que os vereadores pesquisem o que tem sido implantado com sucesso em outras cidades e pode melhorar os serviços públicos e a vida dos mogianos”, destacou o presidente da Câmara, Mauro Araújo (PSDB).

Swat
Outro requerimento aprovado pelos vereadores na sessão teve autoria de Expedito Ubiratan Tobias (PR) e solicita ao vereador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao secretário da Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto a realização de curso de treinamento SWAT para policiais civis e militares de Mogi das Cruzes. 

“Este treinamento já está em sua 13ª edição na cidade de Avaré e tem como principal objetivo fazer com que policiais táticos do Brasil conheçam táticas empregadas pelos melhores batalhões especiais do mundo, como a SWAT do Texas e o Bope do Rio de Janeiro”, explicou o vereador, que é policial militar e preside a Comissão Permanente de Segurança e Transporte da Câmara.

Também da autoria de Tobias, a Câmara considerou objeto de deliberação o projeto de lei 90/11, que torna obrigatória a presença de um segurança profissional nas casas lotéricas de Mogi. Segundo o parlamentar, a medida tem como objetivo oferecer mais segurança aos usuários das lotéricas, que hoje funcionam como postos bancários avançados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário