Total de visualizações de página

sábado, 26 de novembro de 2011

JSL compra Rodoviário Schio por R$ 250,3 milhões de olho em ganho de margens

JSL compra Rodoviário Schio por R$ 250,3 milhões de olho em ganho de margens

22 de novembro de 2011 • 09h35
Por: Graziele Oliveira



SÃO PAULO – A JSL (JSLG3), antiga Júlio Simões Logística, comunicou nesta terça-feira (22) a aquisição, por R$ 250,3 milhões, de 100% da Rodoviário Schio.

O montante corresponde ao valor atribuído à Schio é de R$ 405 milhões, no entanto, a dívida líquida e ajustes da companhia somam R$ 154,7 milhões. De acordo com nota, será retido do valor da operação, até 2 de janeiro de 2017, o montante de R$ 65 milhões, que deverá ser corrigido por 100% do CDI (Certificados de Depósito Interbancário), para garantir o pagamento de eventuais passivos e contingências da Schio com fatos geradores anteriores à data de fechamento.

Para financiar esta operação, a JSL contratou um financiamento bancário no montante de R$ 300 milhões, com prazo final para pagamento de oito anos, sendo os cinco primeiros anos de carência.

O valor líquido da operação será pago aos atuais acionistas da Schio em duas etapas, pela compra de ações e pela incorporação da Schio pela companhia. As ações de emissão da Schio serão substituídas por novas ações a serem emitidas pela JSL.

Motivos para a compra
Segundo a JSL, a aquisição da Schio permitirá à companhia ganho de escala, com aumento de sua plataforma de serviços logísticos, introduzindo-a no mercado de alimentos e produtos de temperatura controlada, ampliando sua atuação na América do Sul.

Lembrando que a Schio atua nos segmentos de alimentos e bebidas, higiene, limpeza, entre outros e conta com frota de mais de 1.400 ativos operacionais próprios (entre caminhões, cavalos mecânicos e carretas), além de mais de 2.300 veículos de terceiros e operações em 10 centros de distribuição.

Em 2010, a empresa, que tem operações no Brasil, Argentina, Uruguai, Venezuela e Chile, apresentou receita líquida de R$ 327,4 milhões e Ebitda (geração operacional de caixa) de R$ 68,5 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário