Total de visualizações de página

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Matrix flying head kick Anthony Pettis WEC 53

forrest griffin vs anderson silva- Dear Sister

Anderson Silva Tribute

UFC MMA PRIDE KNOCKOUTS KO

Royler Garcie Jiu-Jitsu Vs Kempo.flv

09 de Maio de 2011 Projeto regulamenta compras on-line com cartão

A Casa Civil do Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa na manhã desta sexta-feira (06/05), mensagem que regulamenta a cobrança de ICMS nas compras feitas fora da Paraíba, pela Internet, Telemarketing e Showroom, por meio de cartão de crédito.

O governo justifica que a cobrança do imposto nas oprações que destinem mercadorias ou bens a consumidor final, cuja aquisição ocorrer de forma não presencial tem por finalidade regulamentar disposições constantes no Protocolo nº 21, de 1º de abril deste ano, celebrado entre os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Raraima, Sergipe e Distrito Federal.

Acrescenta ainda que o imposto, nessas operações, será repartido entre o Estado de origem e de destino, das respectivas mercadorias ou bens.

O imposto devido a este Estado será obtido mediante a aplicação da alíquota prevista para operações internas, sobre o valor da respectiva operação, deduzindo-se os seguintes percentuais aplicáveis sobre base de cálculo utilizada para a cobrança do imposto na origem:

* 7% (sete por cento) para as mercadorias ou bens oriundos das regiões Sul e Sudeste, exceto do Estado do Espírito Santo;

* 12 (doze por cento) para as mercadorias ou bens procedentes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e do Estado do Espírito Santos.

Ao estado de origem, caberá o imposto correspondente à aplicação da alíquota interestadual, sobre o valor da operação própria remetente.

O projeto do governo regulamentando a cobrança de ICMS nas compras feitas pela Internet, por meio de cartão de crédito, Telemarketing ou Showroom deve constar do expediente no Diário do Poder Legislativo da próxima terça-feira (10). Na sequência, apreciado pela Comissão de Constituição e Justiça, e em sequida será apreciado e voto pelos deputados estaduais.

Acordo com Canadá vai fortalecer as PME brasileiras de tecnologia

são pauloAcordo firmado entre agente do Riosoft, programa Softex do governo federal no Rio de Janeiro e a École de Technologie Supérieure (ÉTS), de Quebec, no Canadá vai ampliar a capacidade de produção das micro e pequenas empresas de tecnologia que atuam no desenvolvimento de programas de computadores (software) e serviços. -

O diretor executivo da Riosoft, Benito Diaz Paret, disse esta semana que o ponto central do compromisso é a norma internacional ISO/IEC 29110, cujo foco são as micro-organizações. O Brasil, por meio da Riosoft, participa do grupo de trabalho WG24, criado no âmbito da ISO para discutir o assunto. Os projetos pilotos nessa área estão sendo desenvolvidos pela École de Technologie Supérieure, do Canadá. "Para nós, a importância é que a gente vai conseguir aprender a trabalhar com micro-organizações, com menos de 20 pessoas. Porque esse não é o modelo que a gente tem hoje em dia no Brasil. Nós estamos trabalhando cada vez com empresas maiores", disse Paret.Ele acredita que essa será uma boa oportunidade, sobretudo para o Rio de Janeiro, porque permitirá que as empresas do setor de tecnologia da informação (TI), que em sua maioria no estado são de pequeno porte, sejam atendidas, "organizando melhor seus processos de produção e desenvolvimento de software".



Ganhos

O diretor da Riosoft considera que esse é o grande ganho, "além do ganho político de a gente liderar um processo que vai ser o processo do futuro". O acordo insere o Brasil entre os membros da rede mundial de centros de suporte para micro-organizações Global Network of Very Small Entities (VSE) Support Centers. "Para nós, isso é fundamental", afirmou Paret. A rede mundial já conta com a participação da Bélgica, do Canadá, da Finlândia, França, Irlanda, Colômbia, de Luxemburgo e da Tailândia.



O trabalho já vinha sendo desenvolvido pela Riosoft e, agora, ganhou respaldo institucional, esclareceu Paret. Na próxima reunião programada para o mês de maio, em Paris, na França, a Riosoft vai apresentar a versão nacional da norma, em português, que significará a certificação de qualidade de processos na área de TIC. "E quando você faz uma norma brasileira e tem um maior conhecimento, isso é importante, porque nos coloca na liderança do processo", disse.

Por InfoMoney, InfoMoney Cartões Elo chegam ao mercado nacional no dia 4 de abril

SÃO PAULO - A partir do próximo dia 4, uma nova bandeira estará disponível no mercado de cartões. A Elo, consequência da união entre Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal, tem o objetivo de atingir 15% do mercado nacional em até cinco anos.

"Nos últimos 10 anos o mercado de cartões cresceu 20% ao ano, perdendo apenas pra o financiamento. Isso nos faz acreditar que uma bandeira 100% nacional tem muito potencial de crescimento, afirma Paulo Rogério Caffarelli, vice-presidente do Banco do Brasil.

"Eu sempre defendi uma bandeira 100% brasileira por acreditar que ela traria ao mercado oportunidade de amplitude e novos negócios. A Elo, com certeza, atingirá todas as classes sociais e camadas de negócios existentes no País", garante Jair Delgado Scalco, diretor presidente da Elo.

Para todos

Para Marcelo Noronha, diretor executivo do Bradesco, a criação de uma bandeira que atuará com cartões de crédito, débito e pré-pagos, incluindo cartão alimentação e refeição, só é possível graças à junção de três grandes bancos "Juntos esses bancos representam mais da metade de clientes correntistas do mercado financeiro. Ou seja, juntos temos mais clientes que os demais bancos, o que nos dá força para um projeto tão ambicioso", afirma.

"Mas não ficaremos apenas nesses produtos. A bandeira tem a missão de atender aos consumidores brasileiros em todas as suas necessidades", completa Scalco.

O vice-presidente de pessoa física da Caixa Econômica Federal, Fábio Lenza, afirmou que a instituição que ele representa dará prioridade às classes ascendentes na aquisição dos cartões. "A população de classe C e D quer ter o direito de usar bons cartões, que tragam benefícios a ela. E isso nós vamos oferecer".

O diretor presidente da Elo disse, no entanto, que a nova bandeira não será apenas para clientes com menos poder aquisitivo. "É uma marca criada para brasileiros, para todos os brasileiros, independente de sua renda. Além disso, é um cartão tão democrático, que estará disponível para quem é, e para quem não é correntista dos três bancos"', garante e completa: "e, a partir de hoje, já há 1 milhão de estabelecimentos no Brasil, aptos a aceitar os cartões dessa nossa bandeira", finaliza Scalco.

Nada mal para quinze minutos de trabalho

Georges St-Pierre: US $ 400.000 (US $ 200.000 para show, ganhar bônus de 200.000 dólares)

Lyoto Machida: 329 mil dólares (US $ 200.000 para mostrar, Knockout 129.000 dólares do prémio nocturno)

Randy Couture: $ 250.000

José Aldo: 177.000 dólares (24.000 dolares para mostrar, ganhar bônus de 24.000 dólares, 129.000 dólares Luta do prémio nocturno)

Pablo Garza: $ 137.000 (US $ 4.000 para show, ganhar bônus de 4.000 dólares, 129.000 dólares Apresentação do prémio nocturno)

Mark Hominick: $ 135,000 ($ 6,000 para mostrar, 129.000 dólares Luta do prémio nocturno)

Jake Shields: $ 75.000

Vladimir Matyushenko: 62 mil dólares (31 mil dólares para mostrar, ganha bônus de 31.000 dólares)

Jason MacDonald: $ 52.000 ($ 26.000 para show, ganhar 26.000 dólares de bônus)

Nate Diaz: $ 33.000

Ben Henderson: 32.000 dólares (16 mil dólares para mostrar, ganhar 16.000 dólares de bônus)

Jake Ellenberger: $ 32.000 ($ 16.000 para mostrar, ganha bônus de 16.000 dólares)

Rory MacDonald: $ 16.000 (US $ 8.000 para show, ganhar bônus de 8.000 dólares)

Mark Bocek: $ 15.000

Claude Patrick: 12,000 $ (US $ 6.000 para mostrar, ganhar bônus de 6.000 dólares)

John Makdessi: $ 12.000 (US $ 6.000 para mostrar, ganhar bônus de 6.000 dólares)

Daniel Rodrigues: $ 12.000

Jason Brilz: $ 11.000

Charlie Valencia: $ 10.000

Ryan Jensen: $ 10.000

Ivan Menjivar: $ 8,000 ($ 4,000 para mostrar, ganhar bônus de 4.000 dólares)

Kyle Watson: $ 8.000

Sean Pierson: $ 6.000

Yves Jabouin: US $ 4.000

UFC 129 Salários Fighter | Salário principal

OBS : faz tempo a luta e ninguem tinha postado ainda, mais ta awe.
Fonte : Sherdog

Curitibano provoca próximo adversário no UFC 132

Presença garantida no UFC 132, o curitibano Wanderlei Silva está treinando forte para o duelo contra o americano Chris Leben. Em seu canal oficial no Youtube, o Cachorro Louco, como é conhecido, mostra a assinatura de contrato para a luta e toda a preparação, em sua academia nos Estados Unidos.

Notícias Relacionadas
14/04/2011
Vitor Belfort critica curitibano por não aceitar nova "luta do século"
05/04/2011
Curitibano retorna ao UFC em duelo contra americano
Sem lutar desde fevereiro de 2010, Silva prefere ter cautela e elogiar o seu adversário. "Ele é um cara valente, vem para cima, tem um estilo muito parecido com o meu. Mas estou me preparando para uma luta onde tudo pode acontecer", disse o curitibano.

Apesar de enaltecer o trabalho do rival, o Cachorro Louco não deixa de provocar. "Leben, vê se treina porque os meus fãs querem ver show. Vamos parar com essa história de fã, agora é porrada", comentou. O UFC 132 acontece no dia 2 de julho, em Lãs Vegas, Estados Unidos.

Formula Truck chega em Caruaru

FÓRMULA TRUCK CHEGA À CARUARU EM SUA TERCEIRA ETAPA DO ANO
Escrito por Cross Brasil  
Seg, 09 de Maio de 2011 16:59

Categoria desembarca em Pernambuco e será válida pelo campeonato Brasileiro


No próximo domingo (15) acontece a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck em Caruaru, Pernambuco. A primeira corrida do ano, que aconteceu em Santa cruz do Sul, Rio Grande do Sul, foi válida pelo campeonato Sul Americano. Depois da região Sudeste receber a categoria no Rio de Janeiro, chegou a vez do Nordeste do país sediar a corrida da categoria mais popular do Continente.

A corrida acontece no Autódromo Internacional Ayrton Senna, Caruaru, à 135 km da capital Pernambucana. A etapa de Caruaru é a única na região Nordeste, a cidade é conhecida nacionalmente pelos festejos juninos.

O circuito de Caruaru tem 3.180m de pista onde sua largura varia entre 9m à 16m. A prova é uma das mais populares da categoria, pois faz parte do calendário desde 1997, sendo também recordista de público. A etapa recebeu 47 mil pessoas no ano de 2010, esperando bater essa marca no próximo final de semana.

O piloto Beto Monteiro, Iveco, é o único pernambucano do grid e já venceu a prova em sua terra natal em 2004. Beto ocupa a quinta posição no Campeonato Brasileiro atual, e pretende levar alegria à seus conterrâneos no domingo. Valmir Benavides, equipe Volkswagen foi quem venceu a etapa de Caruaru no ano de 2010, seu companheiro de equipe, Felipe Giaffone é o piloto com maior número de vitórias em Caruaru, subindo no lugar mais alto do pódio por 3 vezes.

A largada será às 13h (de Brasilia) e será transmitida ao vivo em HD pela Band para todo o país.

Classificação do Brasileiro:

1 - Geraldo Piquet - 25 pontos
2 - Wellington Cirino - 21 pontos
3 - João Maistro - 17 pontos
4 - Regis Boessio - 14 pontos
5 - Beto Monteiro - 12 pontos
6 - Leandro Totti - 10 pontos
7 - André Marques - 10 pontos
8 - Pedro Muffato - 7 pontos
9 - Luiz Pucci - 6 pontos
10 - Luiz Lopes - 5 pontos
11 - Roberval Andrade - 5 pontos
12 - Leandro Reis - 5 pontos
13 - Danilo Dirani - 4 pontos
14 - Cristina Rosito - 4 pontos
15 - Débora Rodrigues - 1 ponto

Classificação do Sul-Americano :

1 - Felipe Giaffone - 29 pontos
2 - Danilo Dirani - 21 pontos
3 - Renato Martins - 19 pontos
4 - Beto Monteiro - 16 pontos
5 - Valmir Benavides - 15 pontos
6 - Roberval Andrade - 14 pontos
7 - Paulo Salustiano - 8 pontos
8 - Débora Rodrigues - 7 pontos
9 - Régis Boéssio - 6 pontos
10 - André Marques - 5 pontos
11 - Leandro Totti - 5 pontos
12 - Adalberto Jardim - 3 pontos
13 - Cristina Rosito - 2 pontos
14 - Zé Maria Reis - 1 ponto

Envie para seus amigos...

O que os chefes fazem o dia todo?

O que os chefes fazem o dia todo?

Fecombustíveis rebate crítica de Lobão ao setor de revenda

Plantão | 09/05 às 17h55 Ramona Ordoñez

RIO - A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis (Fecombustíveis) rebateu nesta segunda-feira as críticas feitas pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, sobre a existência de cartel no setor de revenda. Segundo a entidade, as declarações do ministro atribuindo a recente elevação dos preços da gasolina e do etanol à formação de cartel nos postos são "irresponsáveis e infundadas".
"O ministro Lobão, como principal autoridade do setor no Brasil, sabe muito bem, ou deveria saber, que a recente alta dos combustíveis teve origem nas usinas, não nos postos, nem na Petrobras. As próprias medidas anunciadas pela presidenta Dilma Rousseff mostram que o governo identificou de onde veio o aumento e buscou atacar o problema", destaca Paulo Miranda Soares, presidente da Fecombustíveis, em nota.
A Fecombustíveis afirma ainda que, se há casos comprovados de formação de cartel, "é dever do governo agir e aplicar as sanções cabíveis para todos aqueles que infringem a lei e prejudicam o mercado".

Etanol continua mais caro em todo Brasil

Em mais um período de alta desde o início do ano, o etanol segue mais caro para abastecimento no país. Segundo o Índice de Preços Ticket Car (IPTC), nos primeiros 15 dias deste mês, o preço do combustível vegetal manteve-se, em média, a R$ 2,37/l em todas as regiões brasileiras, 6% mais caro que em março.
Com isso, a gasolina é a melhor opção para quem tem veículo flex, já que o combustível é vantajoso, na relação custo X desempenho, em todos os estados e no Distrito Federal, com preço médio de R$ 2,82/l. Quem abasteceu com diesel desembolsou, aproximadamente, 0,9% a mais do que em março. Encher o tanque com diesel custou cerca de R$ 2,06.
Consulte a tabela abaixo ou o site www.ticket.com.br/ticketcar para saber qual o combustível mais econômico em sua região. O Ticket Car faz quinzenalmente esse levantamento. Os profissionais verificam, junto aos mais de dez mil postos credenciados à sua rede, os preços médios dos combustíveis nos 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal.
Confira o resultado do estudo:

UF Gasolina
Comum
Álcool
Comum
Diferença % Dê preferência ao abastecimento com:
AC 2,844 2,383 83,798% Gasolina
AL 2,708 2,230 82,355% Gasolina
AM 2,738 2,205 80,534% Gasolina
AP 2,749 2,200 80,014% Gasolina
BA 2,918 2,364 81,013% Gasolina
CE 2,774 2,193 79,066% Gasolina
DF 2,865 2,641 92,209% Gasolina
ES 2,870 2,774 96,641% Gasolina
GO 2,858 2,349 82,195% Gasolina
MA 2,899 2,399 82,754% Gasolina
MG 2,842 2,424 85,312% Gasolina
MS 2,836 2,334 82,278% Gasolina
MT 2,856 2,359 82,599% Gasolina
PA 2,805 2,338 83,337% Gasolina
PB 2,887 2,460 85,199% Gasolina
PE 2,823 2,369 83,923% Gasolina
PI 2,804 2,316 82,597% Gasolina
PR 2,875 2,665 92,708% Gasolina
RJ 2,879 2,613 90,754% Gasolina
RN 2,816 2,349 83,429% Gasolina
RO 2,840 2,380 83,825% Gasolina
RR 2,818 2,199 78,023% Gasolina
RS 2,865 2,865 0,000% Gasolina
SC 2,864 2,338 81,646% Gasolina
SE 2,799 2,292 81,883% Gasolina
SP 2,766 2,259 81,661% Gasolina
TO 2,760 2,255 81,704% Gasolina
Média Geral 2,828 2,373 83,896%

Gestão de Pessoas

Bancos Itaú Unibanco não agrada mercado e ações caem 3,42% Bárbara Ladeia   (bladeia@brasileconomico.com.br) 03/05/11 16:53

Papéis do Itaú Unibanco registraram perdas de 3,42% no pregão de hoje após divulgar resultados com aperto de 9,3% nas margens financeiras.

Para a Spinelli Corretora, a redução da margem financeira do banco foi apontada como o principal elemento a desagradar os investidores. A organização não espera impacto positivo nos papéis.

"Nossas preferências para o setor são: Banrisul, Bradesco e Banco do Brasil, respectivamente", informou o relatório assinado por Daniel Malheiros. Não há recomendação nem preço-alvo para os papéis ITUB4.

A Link Investimentos, por outro lado, mantém a expectativa de um desempenho acima da média de mercado para os papéis do Itau Unibanco (ITUB4) graças aos bons números apresentados pela instituição financeira.

A corretora destaca a melhora nas despesas administrativas, que foram reduzidas, bem como como a diminuição da taxa efetiva de impostos.

"Esperamos que ao longo de 2011, com o fim do processo de integração com o Unibanco, o banco capture sinergias e continue a apresentar melhores índices de eficiência e rentabilidade", informa o relatório assinado por Mariana Taddeo. 

Para Roberto Attuch e Fabio Zagatti, responsáveis pelo relatório divulgado pelo banco Barclays Capital, os resultados apresentados pelo Itaú Unibanco superaram as expectativas tanto no lucro como nas margens.

Bradesco tem retorno maior que Itaú e retoma aproximação em ativos

SÃO PAULO - O Bradesco teve rentabilidade maior no primeiro trimestre e voltou a reduzir a distância do Itaú Unibanco em ativos. Entre os meses de janeiro a março deste ano, o Itaú registrou ativos R$ 103 bilhões maiores que os do Bradesco, abaixo dos R$ 113 bilhões do período anterior. No mesmo período de 2010, a diferença estava em R$ 98 bilhões. A rentabilidade patrimonial do Bradesco foi de 23,8% no primeiro trimestre do ano ante 22,7% do Itaú, considerando o indicador anualizado referente ao lucro contábil e calculado com base no patrimônio líquido médio. No primeiro trimestre do ano passado, o indicador do Itaú foi maior, de 25% ante 21,7% do Bradesco.

VEJA TAMBÉM

Itaú Unibanco tem lucro de R$ 3,5 bi no 1º trimestre
O Itaú, no entanto, manteve o posto de banco mais lucrativo entre as grandes instituições privadas, com ganho líquido de R$ 3,5 bilhões, bem acima dos R$ 2,7 bilhões do Bradesco e de R$ 1 bilhão do Santander. Os três resultados estão no padrão contábil brasileiro (BR Gaap).

Comparando as duas maiores instituições financeiras privadas do Brasil, o Itaú está um pouco mais capitalizado, com Índice de Basileia de 16,1% enquanto o do Bradesco está em 15%. Esse indicador mostra quanto o banco pode emprestar no crédito sem comprometer seu capital. O mínimo que o Banco Central exige é de 11%. O Santander ainda tem, de longe, o melhor indicador, com 22,7%.

O Bradesco tem inadimplência menor que seu concorrente. No primeiro trimestre, o indicador para atrasos acima de 90 dias ficou em 3,6% no Bradesco em 4,2% no Itaú. Nos dois casos, a inadimplência parou de cair após vários trimestres de redução e ficou estável na comparação com o trimestre anterior.

Na oferta de crédito, o Itaú cresceu mais que o Bradesco na comparação anual (22% a 21%). Os dois bancos reforçaram as operações para pessoas físicas, que lideram o crescimento no crédito no período (29% nos dois bancos). Na comparação com o trimestre anterior, o Bradesco teve desempenho melhor, com aumento de 3,8% nos empréstimos, ante 3,4% de seu concorrente, considerando a carteira de crédito total, que inclui avais e fianças.

O Santander ficou com o pior desempenho no crédito entre os grandes bancos privados, tanto no trimestre como na comparação anual (crescimento de 2% e 19%, respectivamente). Na semana passada, o novo presidente do banco espanhol no Brasil, Marcial Portela, disse que o Santander quer se focar mais em serviços bancários (como distribuição de seguros, contas correntes e cartões) do que no crédito para crescer no Brasil.

Cielo agrada investidores e papéis sobem mais de 11% Brasil Econômico   (redacao@brasileconomico.com.br) - Atualizada às 19h47 05/05/11 11:48

O lucro trimestral divulgado pela Cielo na quarta-feira (4/5) agradou o mercado, e as ações tiveram forte alta na Bovespa.

Ao final do pregão desta quinta-feira (5/5), as ações marcaram valorização de 11,18%, fechando cotadas a R$ 13,42.

Na véspera, a empresa divulgou lucro líquido de R$ 424,7 milhões no primeiro trimestre de 2011. Embora tenha recuado 3,5% em relação ao mesmo período de 2010, o ganho ficou acima do esperado pelo mercado.

Os investidores deram mais atenção à redução de custos revelada no balanço. O custo por transação caiu 8,4% ante o mesmo trimestre do ano passado.

A empresa ainda obteve expansão de 18% no volume de operações com cartão de crédito, e 22% no faturamento de débito.

No entanto, prosseguiu a queda na taxa de desconto (MDR, na sigla em inglês), que é a tarifa cobrada dos comerciantes pelo uso da máquina de cartões. A taxa passou, em média de 1,1% no quarto trimestre de 2010 para 1,05% nos primeiros três meses do ano. A queda reflete a maior concorrência no setor.

"Permanecem as dúvidas sobre o MDR", ressalva a análise da BB Investimentos elaborada por Marianna Waltz. Segundo a analista, ainda é incerto em qual piso essa taxa deve se estabilizar.

Gigantes do petróleo investem no álcool combustível brasileiro

Em abril, a BP, British Petroleum, comprou três usinas de cana. A empresa é uma das maiores do mundo.

  G1

A CNAA, Companhia Nacional de Açúcar e Álcool, que comandava as operações vendeu 83% das ações para uma gigante do petróleo: a BP, British Petroleum. A empresa é uma das sete maiores do mundo no setor de energia e está presente hoje em 80 países.

A empresa adquiriu as três unidades da CNAA, esta em Itumbiara, Goiás, e outras duas em Minas Gerais: uma em Ituiutaba, que está em funcionamento, e outra em Campina Verde, em construção. As três juntas ocupam mais de 60 mil hectares. Além das três usinas, a BP tem 50% das ações de uma quarta, em Goiás: a Tropical.

Além da produção de etanol e açúcar, o que diferencia a unidade de Itumbiara é a coogeração de energia elétrica, que é feita a partir da queima do bagaço de cana. O processo permite a geração de energia para consumo próprio e o excedente é vendido para o sistema elétrico.

Com o crescimento da importância das energias alternativas, é cada vez mais comum a presença de grupos internacionais aqui no Brasil.

Assista ao vídeo e confira uma entrevista com Roberto Rodrigues, ex-Ministro da Agricultura e atual coordenador do Centro de Estudos em Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas, e com Wagner Rossi, atual Ministro da Agricultura.