Total de visualizações de página

sábado, 21 de maio de 2011

ConsumerWatch: Some Drivers Can Save Using Alternative Fuels

E85 Ethanol. (CBS)
SAN FRANCISCO (CBS 5) — With fuel prices on the rise, drivers are looking for ways to save. If you have a flex fuel vehicle, you can switch over from gasoline to cheaper alternative fuels such as ethanol or alcohol. And you may be already driving one.
Scientist David Bloom has been teaching consumers how to convert their cars to run entirely on alcohol like he did with a Trans Am from the film “Kill Bill.”
You need to download the latest version of flash player to use this player

Need Help?
“We spiffed up the body converted it to alcohol with a little conversion kit and ever since we haven’t had to run it on gasoline,” he said. “It’s just running on alcohol.”
According to Bloom, flex fuel is better for the environment then traditional gasoline and is also cost efficient. Currently the price of alcohol is 90 cents less then gasoline.
And as the popularity rises for flex fuel, there are Apple and Android apps for consumers to locate the nearest station. There are currently less than 2,000 flex fuel stations nationwide.
Automakers including General Motors, Ford Motor Company and Chrysler have committed to 50 percent flex fuel cars within the next couple of years. But according to industry insiders, there are 10 million flex fuel cars on the road and many drivers are unaware they are already in one.
Below are a number of links that include a full list of flex fuel compatible vehicles and lists of flex fuel stations in the Bay Area and nationwide.
Flex Fuel Cars: http://www.propelfuels.com/content/flex_fuel_vehicles/
Propel Fuel Stations: http://www.propelfuels.com/content/station_locator/
National/regional Flex Fuel stations: http://www.afdc.energy.gov/afdc/progs/ind_state.php/CA/E85
Flex Fuel Locator Mobile App: http://chooseethanol.com/pages/flex-fuel-station-locator-app-now-available-for-iphone-ipad-ipod-touch
(Copyright 2011 by CBS San Francisco. All Rights Reserved. This material may not be published, broadcast, rewritten, or redistributed.)

repom-e-tribanco-renovam-parceria

A Repom, empresa pioneira no desenvolvimento e gestão de soluções para a contratação e gerenciamento automatizado de frete para o mercado de transporte e logística, acaba de renovar por mais cinco anos a parceria com o Tribanco, banco do grupo Martins voltado para viabilizar soluções financeiras e fortalecer a cadeia de produção e distribuição.

Atualmente, o Tribanco presta serviços de liquidação da operação de frete, é o emissor do Vale-Pedágio Repom. “Com a renovação vamos focar no desenvolvimento de soluções para atender o novo momento do segmento de transportes”, conta Rubens Naves, presidente da Repom.

“Temos certeza de que com o pioneirismo e liderança da Repom no segmento de gestão de fretes e com a vocação do Tribanco em trabalhar cadeias produtivas, essa parceria continuará trazendo excelentes oportunidades de negócios conjuntos, não só com os embarcadores e operadores logísticos, mas também junto aos próprios caminhoneiros, como financiamentos para aquisição e modernização da frota, linhas de crédito e seguros, dentre outras oportunidades”, afirma Sérgio Marioti, superintendente da área de Desenvolvimento e Novos Negócios do Tribanco. 

A parceria de mais de uma década inspirou o banco a se especializar em determinadas áreas. Por meio do departamento de novos negócios, Marioti conta que o Tribanco criou uma unidade específica para o atendimento dos clientes do segmento, inclusive da própria Repom, e na prospecção conjunta de novos negócios.

Com a credibilidade da parceria, a Repom pode focar na criação de soluções para o mercado, inclusive nas adequações que serão necessárias com a nova lei que proíbe a carta-frete. “Além do Repom Express, estamos desenvolvendo ferramentas adequadas à nova realidade do mercado, sempre pensando em facilitar os serviços das empresas e dos caminhoneiros autônomos. Ao longo de 2011 diversas novidades chegarão ao mercado”, enfatiza Naves.

Sobre a Repom (www.repom.com.br)

Fundada em 1993, a Repom inovou o conceito de controle e gestão do pagamento de frete, oferecendo soluções inteligentes e integradas para o gerenciamento de todos os processos, otimizando as operações da cadeia como um todo.

As soluções da empresa atendem aos mais diversos segmentos do mercado: granéis, siderúrgico, petroquímico, eletroeletrônicos, refrigerados, alimentício, automotivo e autopeças, atacadista, assim como transportadores e operadores logísticos. Para tal, todos os sistemas e serviços atingem um alto nível de flexibilidade e customização, facilitando a implantação e a evolução das ferramentas.

A rede de parcerias com postos de combustível e pontos de apoio às operações abrange todo o país, somando mais de 700 estabelecimentos credenciados. Além disso, é flexível para atender a demanda dos clientes.

http://www.policard.com.br/cetelem/imagens/oqueeh.gif

A Cetelem em parceria com a Policard acaba de lançar o Cartão Empresarial Cetelem Policard, um cartão utilizado para despesas corporativas e ideal para empresas que buscam um melhor fluxo financeiro e maior segurança nas compras.

Basta escolher qualquer uma das lojas emissoras e ter acesso a várias vantagens:

Parcelamento das compras;
Prazo para pagar;
Gerenciamento do limite dos cartões;
Opção para cartões adicionais;
Evita risco de furtos;
Elimina adiantamentos e/ou emissão de cheques;
Permite controle on-line em tempo real.

Banco Central realiza Seminário sobre Novas Regras de Cartões de Crédito

Brasília - O Banco Central realizará, no dia 24 de maio (terça-feira), o Seminário sobre Novas Regras de Cartões de Crédito no edifício-sede da instituição, em Brasília. A abertura do evento será feita pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, e pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O Seminário contará com a presença de representantes da Procuradoria Geral da República, do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça (DPDC) e do Ministério Público Federal.

O objetivo do evento é apresentar a Resolução nº 3.919, de 25 de novembro de 2010, editada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), criando regras mais claras para o uso do cartão de crédito. Durante o seminário, será divulgada cartilha elaborada pelo BC. Em formato de perguntas e respostas, a publicação aborda as principais mudanças promovidas pela resolução e orienta o cidadão em relação às novas regras para o cartão de crédito. A cartilha também estará disponível no site do BC.

O encerramento do seminário será feito pelo Diretor de Regulação do Sistema Financeiro do Banco Central, Luiz Pereira da Silva.

.[Seminário sobre Novas Regras de Cartões de Crédito, dia 24 de maio de 2011(terça-feira),no Edifício-sede do Banco Central em Brasília - Auditório Dênio Nogueira - Setor Bancário Sul quadra 3, bloco B - 1º andar, Brasília (DF)].

Cartões pré-pagos permitem acompanhamento dos gastos de seus filhos em viagens internacionais

Produto possibilita recargas a distância e acompanhamento online de despesas, além de ser opção mais econômica.

As férias escolares estão próximas e nesse período muitas crianças e adolescentes se preparam para viagens internacionais sem a companhia dos pais. Intercâmbio e excursões são os principais motivos que levam estes jovens a outros países, seja em busca de diversão ou para aprender um novo idioma.

O Grupo FITTA, pioneiro em franchising de agências de câmbio no Brasil, oferece uma solução que facilita a administração das despesas para os pais que enviarão seus filhos para o exterior: o FITTA Cash Passport. Trata-se de um cartão de viagens pré-pago em moedas estrangeiras que substitui cartões de crédito e travelers cheques.

Aceito para compras em cerca de 32 milhões de estabelecimentos e para saque em mais de 1,8 milhão de caixas automáticos em todo o mundo, o FITTA Cash Passport pode ser carregado pelos pais em dólares americanos, euros ou libras, antes e durante a viagem, de acordo com a necessidade dos filhos. Entre os diferenciais do novo cartão estão o chip de segurança, senha e assinatura pessoal, prazo de validade de cinco anos, capacidade de armazenamento de até US$ 20 mil e movimentação anual de até US$ 60 mil, a maior do mercado.

O cartão pré-pago possibilita aos pais uma melhor gestão das despesas dos filhos, uma vez que transações e recargas podem ser controladas e ambos têm acesso ao saldo e ao extrato online. “Mesmo a distância, os pais poderão ter total controle sobre os gastos, podendo interferir quando os filhos extrapolarem ou realizar novas recargas quando necessário”, afirma o diretor comercial do Grupo FITTA, Luiz Ramos.

Uma grande vantagem do FITTA Cash Passport é que, além de possuir senha e assinatura, característica que aumenta a segurança em casos de extravio, ele também oferece outros benefícios como isenção de anuidade e taxas muito menores do que os tradicionais cartões de crédito internacionais. Com o aumento do IOF para compras com cartão de crédito em operações fora do País, que passou de 2,38% para 6,38%, o cartão pré-pago passou a ser a principal opção para quem pretende realizar compras internacionais, já que o imposto para este tipo de negociação continua em apenas 0,38%.

Outra facilidade para garantir a segurança dos clientes é que o FITTA Cash Passport possui um serviço de reposição do cartão em caso de perda ou roubo, e um programa de assistência emergencial global. Além disso, uma importante função do uso do cartão é evitar prejuízos com as oscilações do câmbio, o que ocorre com o cartão de crédito.

“A cotação do dólar no dia de fechamento da fatura de um cartão de crédito internacional é quase sempre diferente da cotação do dia de pagamento da mesma. O pagamento de taxas e o valor da fatura variam com o câmbio de acordo com o dia de pagamento. Estes fatores dificultam o controle real dos gastos. Já com o FITTA Cash Passport não há surpresas, já que a cotação é referente ao dia da carga”, conclui Ramos.

O FITTA Cash Passport está disponível em todas as franquias FITTA espalhadas pelo Brasil e em mais de 300 estabelecimentos que apresentam parceria de câmbio com o Grupo FITTA. A empresa é parceira oficial de câmbio da ABAV – Associação Brasileira de Agências de Viagens, e da ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis.

Perfil-O Grupo FITTA, pioneiro em franchising de agências de câmbio no Brasil e líder nacional no mercado de ouro e metais preciosos, iniciou suas operações há 11 anos e é dividido em três grandes unidades:

FITTA DTVM: Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, a Instituição Financeira tem foco no comércio atacadista de câmbio e de moedas estrangeiras. Credenciada pelo Banco Central do Brasil, é responsável pela concessão das autorizações de funcionamento das franquias do Grupo e é parceira oficial de câmbio da ABAV – Associação Brasileira de Agências de Viagens.

FITTA Franquias: é a franqueadora do Grupo FITTA, que, desde 2007, oferece ao investidor a oportunidade de atuar no mercado legal de câmbio. A companhia prima pela ética de procedimentos e é baseada em princípios como modernidade, inovação e legalidade - adotando a própria postura do governo de combater operações ilegais, conhecidas pelo mercado como câmbio paralelo ou Black. A FITTA é associada à ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Reserva Metais: é líder no mercado formal de ouro e metais preciosos no Brasil, sendo uma das principais fornecedoras das agências de publicidade e de grandes companhias que realizam sorteios e premiações com Certificados de Barra de Ouro ou Barras de Ouro Físicas no País. A companhia é fruto da joint-venture dos grupos FITTA e Marsam (empresa com mais de 50 anos de atuação e uma das únicas credenciadas pela BM&F no Brasil).

Ernst & Young: setor de tecnologia movimenta US$ 27 bi em fusões Crescimento nos negócios está ligado diretamente à maior presença da tecnologia na vida das pessoas

Enquanto o mercado discute a possibilidade de uma nova bolha entre as empresas de tecnologia, as operações de fusões e aquisições no setor revelam um cenário, no mínimo, bastante aquecido. Apenas nos três primeiros meses de 2011, os negócios totalizaram US$ 27 bilhões em todo o mundo, volume 124% superior em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com estudo realizado pela empresa de auditoria e consultoria Ernst & Young, obtido com exclusividade pela Agência Estado.

O crescimento nos negócios está ligado diretamente à maior presença da tecnologia na vida das pessoas, segundo o responsável pela área de fusões e aquisições da Ernst & Young, Ricardo Reis. "Essa tendência impulsiona mais empresas a investirem em áreas como Web 2.0, redes sociais e soluções de mobilidade", afirma o executivo. Em número de operações, foram 794 fusões e aquisições realizadas no setor de TI entre janeiro e março, um crescimento de 26% frente ao igual período do ano passado.

Veja também:
Ação do LinkedIn dispara mais de 80% em NY
Brasil tem maior número de fusões e aquisições desde 2006
 Para Reis, a recente aquisição da Skype pela Microsoft, em um negócio de US$ 8 bilhões, mostra que o movimento no setor deve se manter forte ao longo do ano, apesar dos problemas enfrentados pela economia global. A bem sucedida abertura de capital da rede social LinkedIn também deve estimular os negócios na área, em especial entre os fundos de private equity - que compram participações em empresas com o objetivo de vendê-las no futuro por um valor mais alto, geralmente por meio de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). "O caso do LinkedIn mostra que a saída via bolsa é uma alternativa viável, o que estimula o investimento dos fundos", diz.

O estudo mostra ainda que a posição de caixa das 25 maiores empresas de tecnologia encerrou o primeiro trimestre em US$ 544 bilhões, um aumento de 18% em relação a março do ano passado. "Com recursos em caixa, cria-se um terreno fértil para aquisições", ressalta Reis. Bolha e Brasil Apesar da euforia com as empresas e dos valores inflados nas operações anunciadas recentemente, o executivo da Ernst & Young avalia ser difícil afirmar que o setor de tecnologia vive uma nova bolha, pouco mais de uma década depois do naufrágio das pontocom no mercado norte-americano. "Faz parte da natureza desse negócio assumir um maior grau de risco", considera.

Na aposta de que a tecnologia é estratégica, mesmo que ainda não gere receitas no momento da aquisição, os potenciais compradores acabam concordando em pagar mais caro pelos ativos. Embora não apareça na lista dos grandes negócios globais, o mercado brasileiro de TI também vive um bom momento. Segundo Reis, enquanto as maiores transações costumam ser realizadas entre fornecedores de tecnologia, no País as operações em geral acontecem com provedores de serviços, que possuem volume menor. Entre os principais negócios realizados este ano, ele destaca a compra de 90% do capital da Alog, especializada em data centers, pela norte-americana Equinix, por US$ 127 milhões.

CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER: Brasileiro veterano do MMA é preso por abuso sexual e demitido pelo MFC

CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER: Brasileiro veterano do MMA é preso por abuso sexual e demitido pelo MFC

Cerca de 440 mil servidores estaduais passarão a receber pelo Bradesco

Rio - O Bradesco venceu do leilão do antigo Banco do Estado do Rio de Janeiro (Berj). Por R$ 1,8 bilhão, o banco terá direito de administrar a folha de pagamento de 440 mil servidores ativos, inativos e pensionistas estaduais; impostos (IPVA e ICMS, por exemplo); taxas do Detran (como as de vistoria anual e carteira de motorista) e, ainda, contas de fornecedores do estado. O Bradesco vai absorver esses serviços a partir de janeiro de 2012, dando tempo para anunciar como será a migração das contas para todos os interessados.

O governo do estado e o banco ainda estudam como se dará a transferência das contas dos servidores. Detalhes como a quitação de empréstimos consignados não foram definidos. A partir da concretização da operação, as instituições vão anunciar as medidas. O governo assegura que não haverá prejuízo ao funcionalismo.

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Cidadania (Ibraci), Carlos Henrique Jund, essa promessa deve ser cumprida. “O servidor não pode ter prejuízos. Se houver é caso de ação coletiva ou individual, por cada cliente lesado, com base no Código de Defesa do Consumidor”, esclarece. “É claro que haverá mudança de política contratual, como houve na época em que o Itaú pegou o pessoal que veio do Banerj. Essa alteração não pode ser prejudicial e lesiva. A eventual relação tem que ser mais benéfica aos consumidores. O banco que hoje detém as contas de servidores (Itaú) vai querer manter esse cliente. A concorrência tende a beneficiar os servidores”, acrescenta.

Valor é de quase 100% do mínimo

Para o secretário de Estado da Casa Civil, Regis Fichtner, o ágio de 99,8% sobre o valor mínimo do leilão — R$ 513 milhões — é reflexo do entendimento do mercado na “pujança” econômica do estado. “Quatro grandes bancos brasileiros disputaram um banco em liquidação e a folha de pagamentos do estado. Foi uma disputa acirrada e o Bradesco ganhou. Estamos muito felizes”, comemorou.

O lance mínimo para arrematar o Berj era de R$ 513 milhões, e o Bradesco ofereceu R$ 1,025 bilhão (sendo que o preço final ficará em R$ 1,8 bilhão por incluir itens como a folha de pagamento), contra R$ 729 milhões do Banco do Brasil, R$ 651 milhões do Santander e R$ 590 milhões do Itaú.

Diretor do Bradesco Poder Público, Renan Mascarenhas Carmo afirmou que a vitória é significante: “Afinal, o Bradesco é o patrocinador das Olimpíadas. O Bradesco é um banco preparado para atender servidores públicos. Serão abertos mais de 40 postos de pagamento nas diversas secretarias e várias agências”.

Não entraram no leilão o prédio do ‘Banerjão’ e o acervo cultural do Berj.

Cuidados a partir de janeiro de 2012

As contas migram automaticamente do Itaú para o Bradesco no ano que vem, a partir de janeiro.

O servidor que quiser, poderá manter a conta no banco pagador atual, se perceber que é vantajoso.

Caso decida migrar sem manter a conta anterior, é preciso que ele faça isso pessoalmente na agência bancária. A migração é automática, mas o encerramento da conta não é.

Especialista em Direito do Consumidor, o advogado Carlos Henrique Jund afirma que tudo deve estar expresso no papel. “É fundamental que o banco forneça um documento que ateste o encerramento da conta. Isso deve acontecer em qualquer operação de fim de contrato. Muitas vezes, se a pessoa não formaliza, pode se surpreender com dívidas de R$ 5 mil, R$ 6 mil. Se tomar esse cuidado, ela evita problemas no futuro”, acrescentou Carlos Jund. Tarifas do Bradesco não podem ser superiores às atuais, diz o especialista.
{HEADLINE}
 

Iveco exibe simulador de caminhão em aeroporto

Equipamento estará disponível até 14 de junho no Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH

Portal Vrum
Publicação: 20/05/2011 18:34 Atualização:

Quem embarcar ou desembarcar em Belo Horizonte utilizando o terminal do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana, poderá ter a experiência de pilotar um caminhão, mesmo que você não tenha carteira de habilitação categoria ‘D’ ou ‘E’. A Iveco instalou um simulador de caminhão adaptado dentro de uma cabine original. A ação complementa a estratégia da montadora para o lançamento do seu mais recente produto, o Stralis NR Eurotronic, com transmissão automatizada de 16 velocidades. O simulador fica no terminal de passageiros do aeroporto até o dia 14 de junho, quando ele será mostrado em feiras e exibições de todo o país.

Saiba mais...
Iveco lança caminhão extrapesado com câmbio automatizado
O projeto, com 95% de originalidade, foi desenvolvido por meio de uma parceria entre a Iveco, a agência Domínio Público, a Edag e a Pixel Labs, e traz como resultado um equipamento inédito com as mais modernas tecnologias de desenvolvimento de jogos, possibilitando a perfeita sensação de dirigibilidade de um caminhão automatizado. “A sensação é real, e quem experimentar vai entender perfeitamente o benefício da transmissão automatizada”, informa Marco Piquini, diretor de Comunicação da Iveco. “Estamos levando para o cidadão comum a sensação verdadeira de dirigir um caminhão estradeiro e acreditamos que esta é uma ação inovadora pela qualidade do produto”.

O simulador foi adaptado dentro de uma cabine original do Stralis NR Eurotronic, o caminhão extrapesado da Iveco. O “jogo de direção” funciona com um trajeto projetado no vidro frontal da cabine por meio de um retroprojetor externo. Para dar a sensação de realismo, foi aplicada ao vidro uma película especial Vikuit (fornecida com exclusividade pela 3M) para escurecer totalmente o vidro e intensificar a projeção, com ganho de luminosidade e contraste na imagem. A impressão visual é a de um cinema interativo.

“A imagem é muito mais viva dentro da cabine e ocupa

Caminhão/simulador está no terminal de passageiros do aeroporto de Confins
por completo todo o para-brisa, explica Guilherme Goulart, gerente de projetos da Pixel Labs, empresa que criou o software do jogo e disponibilizou os equipamentos eletrônicos para o simulador. Um dos maiores desafios da empresa foi manter ao máximo a fidelidade do volante original do Stralis, que possui 5kg. A solução encontrada pela Pixel foi criar, em fibra de vidro, um outro volante com 1,5kg e que possui uma coluna de direção própria. Essa estrutura é uma das poucas que não é original na cabine do simulador.

“Dentro da coluna de direção criada, está acoplado o joystick que possibilita o funcionamento do volante e dos pedais do acelerador e freio, outros itens que estão com as mesmas dimensões dos originais. Esse conjunto é que permite a sensibilidade perfeita da direção”, reforça Guilherme.

Realidade nos mínimos detalhes
Para fazer com que o “motorista-virtual” tenha a impressão de estar pilotando dentro de uma cabine original do Stralis, foram adotados vários estímulos sensoriais. Para dar início ao jogo, pede-se o uso do cinto de segurança. Pode-se ligar as luzes internas, abrir os diversos porta-objetos, ajustar a melhor posição do banco etc. Também é possível andar em marcha à ré e manobrar o veículo para simular um estacionamento.

“Desenvolvemos um programa que levou em conta diversos tipos de topografia, como reta, curva simples, curva acentuada, curva em “S”, descida longa e subida acentuada”, conta Guilherme. Ao iniciar a simulação, que pode levar em média dois minutos, o “motorista-virtual” terá a missão de “conduzir” o Iveco Stralis NR Eurotronic num trajeto de cerca de 5 km, saindo da fábrica da Iveco e levando a carga até uma transportadora. Durante a viagem virtual, uma narração vai apresentando os diferenciais do modelo e indicando o que o condutor deve fazer. Para finalizar a missão, ao chegar ao pátio da transportadora, o “motorista-virtual” pode manobrar para estacionar e depois é orientado pela narração do jogo a puxar o freio de estacionamento e colocar o câmbio em posição “N” (Neutro).

“Exatamente como um caminhoneiro faria ao fim da viagem”, comenta Piquini. Além disso, durante o trajeto há diversas placas educativas como troque o óleo, verifique os pneus, faça manutenção preventiva e respeite os limites de velocidade e o meio ambiente.

Para dar sustentação física para a cabine mock-up, a responsabilidade ficou a cargo da Edag, sediada em São Bernardo do Campo (SP). A empresa construiu uma estrutura na base da cabine e utilizou um eixo dianteiro original que proporciona ainda mais sensação de originalidade. “Montamos uma construção que possibilita a projeção correta do simulador e, ao mesmo tempo, mantém a segurança do ocupante. A altura original da cabine foi mantida, o que possibilita a sensação real de entrar num caminhão. Ressaltamos que usamos peças originais Iveco”, conclui Alessandro Fabri, gerente de projetos da Edag.

Edenred (Employee Benefits) (Flexible Benefits)

Organisation
Edenred (Employee Benefits) (Flexible Benefits)
Profile
We wanted to create the most straightforward, user-centred
Flexible Benefits platform on the market today. So we worked with the UK's leading user journey consultancy, and conducted extensive user-testing with real-life employees using a variety of different platform options.

As a result, we believe we've got the most user-friendly, engaging and effective product on the market today, delivering increased participation, higher engagement and maximum ROI.

We can offer you and your employees:
• An intuitive, customisable, easy to use platform that will engage and ensure maximum employee participation
• International capabilities with regards to currency and language
• The capabilities to interface with HR and Payroll systems
• Full management information
• Built in email engine for targeted communications

Edenred will support and advise you at every stage of crafting a flexible benefits scheme that’s relevant to your business objectives, your staff and your budget.

Contact
Sales
Address
50 Vauxhall Bridge Road
London
SW1V 2RS
United Kingdom
Telephone
0843 453 4422
Fax
0207 932 9745
Email
flex@edenred.co.uk
Website
http://www.edenred.co.uk
Product area(s)
Flexible benefits
Product Names
Employee Benefits
Expense Management
Incentives & Rewards
Communications Services
Product Information
Recent clients: We work with a wide range of organisations of various sizes across both the public and private sector, including NHS Trusts, Government departments and local authorities.

Investors in People recognises good practice at Edenred

Edenred, the employee benefits and motivation company, has retained its Investors in People (IiP) accreditation for the 12th consecutive year.
 
As part of the feedback, the IiP assessor highlighted a number of strengths at Edenred including good level of empowerment, approachable management, popular CSR initiatives, innovation and a culture of warmth and openness.
The IiP process has been another positive experience for Edenred UK, further informing our strategic focus on employee engagement

Patrick Langlois, managing director at Edenred UK
 
Patrick Langlois, managing director at Edenred UK, comments:
“The IiP process has been another positive experience for Edenred UK, further informing our strategic focus on employee engagement.”
 
Investors in People has grown to be the UK’s leading people management business improvement standard, delivering improved performance to thousands of organisations. Currently almost seven million employees in approximately 30,000 organisations have achieved the IiP recognition.