Total de visualizações de página

domingo, 19 de junho de 2011

Os 100 anos da IBM-uma lição fundamental de marketing

A IBM faz cem anos e a pergunta óbvia é  a seguinte: como pode estar viva e próspera depois de tanto tempo, em um setor caracterizado( mais do que qualquer outro) pela inovação e mudança? Ou seja, pelo sumiço ou irrelevância de empresas que  experimenta apogeu e obscuridade em poucos anos? O mundo dos negócios está cheio de campeões de 15-20 anos. A IBM é uma campeão de 100 anos. No mundo da tecnologia ninguém tem uma história semelhante para contar.
Veja a figura acima. O valor de mercado da IBM só perde para o da Apple que ressurgiu dos mortos agora, no século XXI. É cedo (muito cedo) para afirmar que a Apple possa ser modelo para qualquer coisa. A Microsoft está caída e caindo. Nokia, Cisco idem. Google está bem, mas seu sucesso também ainda é muito recente,vamos ver o que acontecerá na pós adolescência. É verdade que a IBM passou por uma “near death experience” no fim dos anos 80, mas o fato de ter se recuperado como recuperou, reforça meu argumento.
Ele é o seguinte: a IBM é o mais expressivo caso de marketing dos últimos 100 anos;o que contém mais lições. É a única empresa grande (estabelecida) que se reiventou não uma, mas três vezes. Tem que haver algo mais fundamantal aí. E tem.Continue lendo.
Para entender por que é tão difícil para empresas de  “computação” (TI) permanecerem no topo, pense nesse setor como uma corrida sem fim para criar “plataformas” digitais que são os alicerces sobre os quais se construirão aplicações de software e/ou  serviços. A cada dez anos mais ou menos, uma nova plataforma dominante surge para levar a computação a outro nível. Primeiro os grandes computadores mainframes que tinham destronados as máquinas de calcular mecânicas,  foram seguidos por sistemas “distribuídos” de  mini-computadores, computadores pessoais (PCs) e servidores. Agora há a computação “na nuvem” e dispositivo móveis. Mudar de uma plataforma dessas para outra, significa questionar tudo o que uma empresa sabe fazer de melhor: suas habilidades técnicas, a marca, seu processo de venda, suas habilidades de ganhar dinheiro … Empresas estebelecidas numa plataforma tendem a defender os domínios que as tornaram grandes, nunca a explorar e conquistar novos domínios. A Microsoft, por exemplo, permanece firmemente ligada ao seu Windows. Poucas empresas conseguiram se adaptar a uma  nova plataforma, muito menos, a três como a IBM ,e qualquer uma das duas últimas mudanças  poderia facilmente ter  detonado a empresa.
A IBM não é uma empresa de tecnologia, é uma empresa que resolve business problems usando tecnologia.(Ela não vende “brocas”,vende “buracos na parede”).
Essa é a chave para entender sua longevidade. Em minha terminologia, significar dizer que a IBM é focada nos JOBs TO BE DONE que seus clientes têm, e não tem compromisso com soluções específicas a serem usadas para realizar esses JOBs. O resultado disso pode ser notado no gráfico abaixo, que mostra como “tecnologia” perdeu e continua perdendo para ” serviços”-soluções que podem ou não envolver os hardwares e softwares que a IBM produz. O critério é realizar o JOB que o cliente precisa que seja realizado- o fundamento central do marketing.Fácil de entender,dificílimo de fazer porque vai contra os viéses dos gestores.
Texto parcialmente adaptado de matéria da  The Economist

Ganhar Dinheiro na internet, o futuro do internet marketing Saiba o que é internet marketing e os erros mais cometidos pelos marketeiros

Olá a todos meu nome é Vivian sou webmarketer, autora de artigos e também de alguns e-books sobre ganhar dinheiro na internet.

Andando pela blogsfera e pela internet, tenho me preocupado bastante com futuro do internet marketing.

Primeiro deixa eu falar um pouco mais sobre o que é internet marketing.

O internet marketing é basicamente é marketing de produtos e serviços na internet.


Meu trabalho é feito 100% na internet, e trabalho com midias sociais incluindo Facebook, twitter entre outros.

Por ser uma presença constante na internet mais de 12 horas do meu dia são dedicados ao meu trabalho.Amo o que faço e isso tem me traduzido muito retorno.

O cenário do internet marketing atual tem me preocupado muito.A internet é um campo fértil tanto para quem está começando quanto para quem já atua nesse nicho.
Algumas pessoas que não desejam levar o internet marketing a sério tem manchado o nome de quem batalha sério.Eles fazem spam, nas rede sociais, nos agregadores de notícias e até mesmo nos links patrocinados.Isso tem atrapalhado meu trabalho e de meus colegas também.

Essas pessoas acham que internet marketing é isso.Fazer spam por e-mail, fazer spam nas redes sociais, é isso que tenho visto no internet marketing brasileiro.A todo custo eles querem empurrar sua oportunidade de trabalho, sem usar omarketing de atração eficientemente.



Com certeza as redes sociais e outras ferramentas on line são ótimas para atrair trafego para sua oportunidade, porém o mau uso dessas ferramentas estão prejudicando a todos, pois eu conheço muitas pessoas que não gostam desse nicho justamente por causa dos maus exemplos dessas pessoas.

Espero do fundo do meu coração que as pessoas não façam esteriótipos desse mercado que promete arrebentar, principalmente para aqueles que souberem quebrar os paradigmas.

Eu não estou delirando, nem sendo leviana quando digo isso, pois há 15 anos atrás a idéia poderia parecer insana, mas hoje já sabemos que é perfeitamente possível isso acontecer.Temos casos explícitos de empresas dedicadas ao mercado da internet: Facebook, Google,Orkut, Groupon entre outros.

Procurem no You Tube entrevista do Bill Gates de 1995 onde ele dava uma previsão da internet daqui há 10 anos, vocês ficarão espantados com o que verão.


Se você acredita no poder da internet e quer ganhar dinheiro com esse nicho, não se deixe abalar nem abater pelos percalços, valerá a pena seguir em frente!!!

Vivian Assis

Itaú aponta retração de 0,4% no PIB em abril Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/mat/2011/06/16/itau-aponta-retracao-de-0-4-no-pib-em-abril-924695849.asp#ixzz1PmUBHb6M © 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

O PIB (Produto Interno Bruto, conjunto de bens e serviços produzidos pelo país) mensal Itaú Unibanco (PIBIU) teve, em abril, o desempenho mais fraco dos últimos 28 meses: retração de 0,4% na comparação com março. Segundo o índice da instituição financeira, a queda da produção na indústria de transformação, o recuo na construção civil e a contração das atividades de transporte determinaram a redução do PIB mensal, na margem, no começo do segundo trimestre. Em relação ao mesmo mês de 2010 o PIB calculado pelo Itaú Unibanco apresentou alta de 3,2%.
O banco, informou na nota divulgada nesta quinta-feira, que isso não é uma tendência: "Essa acomodação mais intensa tende a ser revertida em maio. A prévia do PIB mensal para o mês passado aponta para expansão elevada na margem. Avaliamos que as informações reveladas no último mês continuam compatíveis com o cenário de desaceleração da atividade econômica adiante, mas em um ritmo que tende a ser moderado."
O crescimento em abril ficou abaixo da sua prévia (de estabilidade em relação a março e de alta de 3,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado), que haviam sido divulgadas com o resultado de março. "A surpresa negativa na produção da indústria de transformação explica parte relevante da diferença em relação à prévia", afirmou a nota do banco. A queda da atividade industrial em abril também foi registrada pelo IBGE.
O banco informou ainda esperar que em maio tenha ocorrido um forte crescimento industrial, além da manutenção do crescimento das vendas de varejo. "Nesse contexto, a prévia do PIB mensal Itaú Unibanco aponta para crescimento de 0,7% em maio na comparação com abril, após ajuste sazonal, e aumento de 4,2% em relação a maio de 2010. Mantemos a avaliação que a atividade econômica já mostra sinais de acomodação, apesar da volatilidade dos dados nos últimos meses", conclui o documento da instituição.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/mat/2011/06/16/itau-aponta-retracao-de-0-4-no-pib-em-abril-924695849.asp#ixzz1PmU7WncE 
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. 

UFC Rio disponibiliza mais 1500 ingressos

Os fãs que não conseguiram os disputadíssimos ingressos para o UFC Rio terão uma segunda chance de realizar o sonho de assistir ao evento do dia 27 de agosto, na HSBC Arena. A agência 4BTS, parceira oficial do Ultimate para o show, disponibilizou mais 2.200 pacotes com bilhetes para venda neste sábado.

Os preços variam de R$ 1.540 no pacote “Peso Leve” e R$ 5.455 no “Peso Pesado” e dão direito a acomodação em hotel, transporte hotel-Arena-hotel, kit com camisa, boné e programa oficial do UFC, além de postcard autografado. Quem comprar o pacote mais caro pode também ter acesso preferencial à pesagem, que deve ocorrer na Praia de Copacabana, e uma seção de perguntas com o presidente Dana White.

“É um projeto pioneiro em termos mundiais, em parceria com o próprio evento”, explicou o gerente de novos negócios da 4BTS, Francis Abramson, em entrevista exclusiva ao PVT. “Costuramos esse projeto junto ao UFC durante os últimos meses e fechamos tudo na semana passada. Hoje estamos autorizados a usar a marca do UFC e trabalhamos 12h por dia de segunda a sábado para proporcionar o melhor serviço aos clientes”.

Abramson também revelou que, em um dia de vendas sem divulgação na mídia, foram vendidos 50 pacotes e reservados mais 500. “Pelo preço que estamos vendendo, acredito que um bom cenário seria vender todos os pacotes restantes em dois dias. Sendo bastante conservador, o máximo que dou para terminar tudo é um período de 10 a 15 dias”, destacou o gerente.

Como comprar

Quem tiver interesse nos pacotes deve entrar no site www.ufcrioexperience.com.br e pegar mais informações. Todo o procedimento é feito pelo site ou pelo call-center, pelos telefones (21) 2430-1120 e (21) 2430-1144.

eduardolopes.com: Tributo logístico pode barrar economia

eduardolopes.com: Tributo logístico pode barrar economia: "Por Redação Webtranspo A alta carga de impostos nos transportes tem gerado muita polêmica. De um lado, entidades e empresas do setor lutam..."

eduardolopes.com: Ação do motorista é o novo foco da gestão de frota...

eduardolopes.com: Ação do motorista é o novo foco da gestão de frota...: "Por Clarisse de Freitas A variação no consumo de combustível determinada pelo estilo de dirigir dos motoristas profissionais é o novo foco..."

Coletiva de Imprensa do UFC Rio

Marco Mamari: A Força dos Pequenos e Médios

Marco Mamari: A Força dos Pequenos e Médios: "A demanda por benefícios e serviços personalizados com foco em empresas de um a 500 funcionários deverá gerar R$ 22 milhões em vendas novas..."

Marco Mamari: Fórmula Truck 2011 1ª Etapa Sta. Cruz do Sul-RS - ...

Marco Mamari: Fórmula Truck 2011 1ª Etapa Sta. Cruz do Sul-RS - ...

Marco Mamari: Sustentabilidade

Marco Mamari: Sustentabilidade: "Nova ferramenta calcula quantidade de CO² emitida por veículos Ticket Car Carbon Control é a nova ferramenta lançada pela Ticket Car para ca..."

Marco Mamari: Ticket Car desenvolve ferramenta para calcular qua...

Marco Mamari: Ticket Car desenvolve ferramenta para calcular qua...: "O Ticket Car, líder nacional em gestão de despesas de veículos, anuncia o lançamento de uma ferramenta que permitirá calcular a quantidade d..."

Marco Mamari: Gestão de Frota

Marco Mamari: Gestão de Frota: "Gestão de frotas ideal Própria ou terceirizada, o que se almeja é praticidade com bons custos Matéria complexa, a gestão de frotas é pauta c..."

Como estabelecer uma nova Marca

Quem nunca sonhou em criar um produto que virasse a referência do mercado, tivesse recorde de vendas e que os consumidores amassem?

Abaixo passo algumas dicas de como fazer uma boa marca (branding) para o seu produto, sendo ele a próxima coca-cola, a próxima pulseira amarela ‘live strong‘, o cachorro-quente com vinagrete especial pós-balada que mais lucra na cidade ou a lasanha caseira da Maria.

1- Comunique como você melhora a vida do seu cliente
De nada adianta você falar sobre como você quer acabar com a concorrência – o foco é seu cliente, lembre-se que é ele quem compra o seu produto! Fale sobre como a vida dele será melhor por causa do seu produto.

2- Comunique uma coisa de cada vez
Ótimo que você vai falar algo para o seu cliente, mas não o confunda: transmita uma mensagem de cada vez. Ele não saberá se ele é realmente o cliente se você não for bem específico em definir o problema que seu produto resolve. É claro que seu produto pode ter mais atributos e alcançar maiores públicos – nesse caso você pode trabalhar com diferentes canais de comunicação ou com o fator tempo.

3- Palavras: não use jargões ou o mesmo que a concorrência
Use uma mensagem que possa ser usada no futuro, logo o uso de jargões ou palavras muito específicas do segmento podem limitar a usabilidade e amplitude de possíveis clientes – pergunte para os seus pais antes de aprovar algo e você terá seu teste; além disso, de nada adiantar usar os mesmo adjetivos que a concorrência usa para seu produto – lembre-se que você quer se diferenciar, logo ache também palavras diferentes (isso não significa ‘complicado’) para comunicar isso.

4- Espalhe a mensagem dentro da empresa antes
Comece de dentro: se seus funcionários não comprarem a ideia do produto, não forem capazes de espalhar a marca por aí ou mesmo não entenderem nada, revise sua estratégia de comunicação – não simplesmente assuma o risco e queime seu produto de cara.

5- Credibilidade não vem de propaganda
É claro que você investirá dinheiro em propaganda, mas para estabelecer uma marca robusta e, principalmente, com credibilidade, você precisa que outros falem sobre seu produto, não você mesmo. Logo, o foco inicial é em Relações Públicas e não propaganda, o que significa que você precisa que pessoas e mídia espontânea espalhem seu produto por aí.

6- Alcance o nível pessoal
Pessoas viram ótimos consumidores quando se identificam fortemente com seu produto e abraçam a marca ou seu exemplar. Por exemplo, eu digo “a lata de coca-cola” e nunca diria “o meu CD virgem maxell“.

7- A palavra final da marca é do consumidor
Você pode ter comunicado que seu produto era x, y e z, mas se depois de um tempo o consumidor achar que ele é w, simplesmente aceite, passe a comunicá-lo direito e fique feliz de que existem consumidores – nunca reclame que seu produto está sendo usado pra finalidade ‘errada’, pegue o dinheiro.

Você já usou essas ou outras dicas de como estabelecer uma marca ou gerir o branding do seu produto? Conte-nos sobre isso nos comentários.

MKT e Sustentabilidade

Ações voltadas à sustentabilidade é hoje um fator crucial para a construção de marcas e manutenção da competitividade das empresas. Tal afirmação se confirma com os dados da pesquisa Goodpurpose, realizada pela Edelman Significa em 2010, que revelou que 81% dos brasileiros mostram-se mais propensos a comprar produtos de marcas que apóiam causas sustentáveis, ou seja, não se trata apenas de uma preocupação, mas de uma exigência do público.
Além de incorporarem os preceitos da sustentabilidade, as empresas também devem desenvolver ações de forma alinhada aos seus valores corporativos e comunicá-las com transparência e autenticidade, pois o público percebe a diferença quando a intenção é apenas se promover, como diz a pesquisa Trust Barometer, onde 57% dos brasileiros disseram acreditar que as empresas apóiam causas não por desejo genuíno, mas por interesse na autopromoção.
Para elencar as ações sustentáveis que vem ganhando força, o GreenBiz destaca em seu relatório 2011, as 10 principais tendências em sustentabilidade que devem fazer a diferença no Brasil e no mundo.
A primeira tendência se refere às grandes empresas produtoras de artigos de alto consumo, como os das categorias de limpeza, alimentos industrializados e higiene pessoal, que antes relutavam quando o assunto era sustentabilidade, e agora abraçam a causa com metas ambiciosas para a realização de ações em prol do meio ambiente.
A segunda tendência se refere à meta de “lixo zero” estabelecida por muitas empresas, as quais voltam seus esforços para a reciclagem de todo o descarte gerado por sua própria produção.
A seguir encontramos uma preocupação maior com os processos de extração de minerais, de modo a agredir cada vez menos a natureza. Assim como o transporte terrestre, aéreo e marítimo que tende a ser mais “verde”, poluindo menos, e ainda oferecer maior eficiência energética.
O setor de alimentação saudável também vem conseguindo aumentar fortemente o seu espaço com o apoio de ações realizadas por grandes empresas. A certificação dada a negócios sustentáveis, ganha maior abrangência no que se refere aos setores de produção em que atua, como celulares, roupas e calçados.
A redução dos ingredientes tóxicos nos bens de consumo é outra séria preocupação, e busca melhorar a maneira pela qual os produtos são fabricados, reduzindo drasticamente as substâncias que podem ser prejudiciais à saúde, além de reduzir o impacto ambiental da produção.
A redução do uso da água nos processos produtivos não poderia ficar de fora, bem como a transformação de 100% dos produtos usados em outros novos, e ainda, para finalizar, a utilização cada vez maior do bioplástico, substituindo a versão derivada do petróleo.

Mande suas dúvidas e sugestões de artigos pra gente: fabiola@hertzpropaganda.com.br Fone: 44 3624-0092 – Umuarama-PR
FABIO MARTIOLLI – Formado em Comunicação Social e Pós-graduado em Marketing
FABÍOLA REIS - Formada em Comunicação Social e Pós-graduada em Marketing
MARCO ANTONIO TAVARES - Formado em Comunicação Social e Pós-graduado em Marketing

A HERTZ Propaganda é agência afiliada ao SINAPRO – Sindicato das Agências de Propaganda e credenciada pelo CENP – Conselho Executivo das Normas-Padrão.
 

O fim do subsidio ao etanol de milho ?

by Zélia Cardoso de Melo.

8 Junho de 2010.O  Senado Americano aprovou ontem o fim do subsidio a produção de etanol. Foi um voto surpreendente, com o o apoio de 33 republicanos. Isto não quer dizer que se tornará lei uma vez que a Camara se opõe ao fim do subsidio e a Casa Branca também. Eu não achava que um dia veria um voto como este .Apesar do discurso liberal os EUA protegem algumas  de suas indústrias a qualquer custo,etanol é uma, carne é outra.

s Republicanos que são contra o fim do subsidio tem um raciocinio curioso: alegam que eliminar o subsidio equivale a um aumento de imposto(????) e como são contra aumento de impostos não querem tirar a proteção a esta indústria.  A verdade é que o chamado “corn belt”, os Estados produtores de etanol são definidores de eleições.

amos aguardar e ver como a Casa Branca se posiciona, caso passe pela Camara e chegue lá. Vai ser dificil defender o subsidio e querer cortar gastos -para agradar os republicanos- em programas que seriam necessarios para estimular a economia.

Vendas de etanol nas usinas chegaram a 1,81 bilhão de litros

A União da Indústria Canavieira (Unica) divulgou que as vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul somaram 1,81 bilhão de litros em maio, dos quais 694,19 milhões de litros de etanol anidro e 1,12 bilhão de litros de etanol hidratado. Do volume total, 93,90% (1,70 bilhão de litros) destinaram-se ao mercado interno, e apenas 6,10% foi direcionado ao mercado externo. Toda a produção diz respeito às unidades produtoras da região Centro-Sul do país. As unidades produtoras do Centro-Sul importaram  75,79 milhões de litros de etanol anidro. Esse volume, somados aos 113,70 milhões de litros adquiridos externamente em abril, perfazem uma importação total de 189,49 milhões de litros, que foi exclusivamente direcionada ao atendimento do mercado doméstico de etanol carburante. No mercado interno, as vendas de etanol anidro alcançaram 654,16 milhões de litros em maio, aumento de 19,23% relativamente ao mesmo mês de 2010. Na segunda quinzena de maio, o volume comercializado do produto totalizou 325,91 milhões de litros, ante 294,69 milhões de litros em igual período do ano passado - alta de 10,59%.

Marketagem - Marketing e Propaganda para todos.: Como iniciar suas ações em Redes Sociais

Marketagem - Marketing e Propaganda para todos.: Como iniciar suas ações em Redes Sociais: "Hoje, as empresas devem estar conectadas à seus consumidores através das Redes Sociais . Isso é mais do que real, basta buscar nas principai..."

Marketagem - Marketing e Propaganda para todos.: Como iniciar suas ações em Redes Sociais

Marketagem - Marketing e Propaganda para todos.: Como iniciar suas ações em Redes Sociais: "Hoje, as empresas devem estar conectadas à seus consumidores através das Redes Sociais . Isso é mais do que real, basta buscar nas principai..."

SERFINCO: CREDENCIADORAS DISPUTAM GRANDE VAREJO

SERFINCO: CREDENCIADORAS DISPUTAM GRANDE VAREJO: "jornal Valor Econômico 16/06/2011 - Adriana Cotias Em 1º de novembro, o grupo Tellerina, que reúne as lojas da joalheria Vivara e a de móv..."

SERFINCO: NÚMERO E VALOR DAS TRANSAÇÕES NOS CARTÕES MAIS QUE...

SERFINCO: NÚMERO E VALOR DAS TRANSAÇÕES NOS CARTÕES MAIS QUE...: "portal InfoMoney 16/06/2011 - Gladys Ferraz Magalhães A quantidade e o valor das transações nos cartões de débito e crédito mais que dobra..."

SERFINCO: MULTIPLUS FIDELIDADE E REDECARD FECHAM PARCERIA VI...

SERFINCO: MULTIPLUS FIDELIDADE E REDECARD FECHAM PARCERIA VI...: "portal Revista Hotéis 16/06/2011 O Multiplus Fidelidade, empresa de programas de fidelização e a operadora Redecard estabeleceram parceria..."

SERFINCO: GOOGLE E SEBRAE INCENTIVAM ENTRADA DE PEQUENA EMPR...

SERFINCO: GOOGLE E SEBRAE INCENTIVAM ENTRADA DE PEQUENA EMPR...: "portal Computerworld O Google e o Sebrae, em parceria com HP, CNI, Serasa Experian e a empresa de hospedagem Yola, querem incentivar a ent..."

SERFINCO: EMPRESA PROPÕE IDEIAS INOVADORAS PARA O MOBILE BAN...

SERFINCO: EMPRESA PROPÕE IDEIAS INOVADORAS PARA O MOBILE BAN...: "portal Teletime 16/06/2011 Estimular a criação de ideias inovadoras foi a iniciativa que a MJV Tecnologia e Inovação definiu para particip..."

SERFINCO: REGRUPE E APONTAOFERTAS ANUNCIAM FUSÃO DAS OPERAÇÕ...

SERFINCO: REGRUPE E APONTAOFERTAS ANUNCIAM FUSÃO DAS OPERAÇÕ...: "portal TI Inside 16/06/2011 O Regrupe, site de revenda de cupons, e o ApontaOfertas, que atua no segmento de agregadores de ofertas, anunc..."

eduardolopes.com: Movimentação da cadeia de logística reversa é esti...

eduardolopes.com: Movimentação da cadeia de logística reversa é esti...: "Cálculo foi apresentado pelo presidente do Conselho de Logística Reversa do Brasil, Paulo Leite, em seminário na CNT. A adequação da cadeia..."

eduardolopes.com: Aprenda a vender suas ideias

eduardolopes.com: Aprenda a vender suas ideias: "Chip Heath, professor de estratégia da Stanford Graduated School explica em seu livro “Ideias que Colam”como vender ideias inovadoras. Leia..."

eduardolopes.com: América do Sul é desigual em vendas de veículos e ...

eduardolopes.com: América do Sul é desigual em vendas de veículos e ...: "Por Joel Leite A diferença do volume de vendas entre os países da América do Sul é tão grande que não dá pra falar num 'mercado regional'..."