Total de visualizações de página

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Como a Politica Nacional de Resíduos Sólidos afeta sua vida?

Você já ouviu falar na Política Nacional de Resíduos Sólidos, criada pela Lei 12.305/10?

Como este é um assunto que afeta diretamente todas as empresas, analisarei nesta série de artigos algumas das novidades apresentadas por esta lei, que prometem mudar profundamente a forma de agir dos órgãos públicos, do setor produtivo e da sociedade brasileira como um todo em relação ao gerenciamento dos resíduos sólidos, sejam eles perigosos ou não.

Resíduos sólidos, de acordo com a mencionada lei, são os materiais, substâncias, objetos ou bens descartados, resultante de atividades humana em sociedade, que se apresentem em estado sólido ou semi-sólido, bem como os gases contidos em recipientes e líquidos cujas particularidades tornem inviável seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d’água, ou ainda que exijam para isso tratamento prévio.

Conceitos inovadores:

A Política Nacional de Resíduos Sólidos trabalha conceitos inovadores, tais como:

- ciclo de vida dos produtos: abrange o desenvolvimento do produto, a obtenção de matérias-primas e insumos, o processo produtivo, o consumo e a sua disposição final;
- destinação final ambientalmente adequada: trata da distribuição dos rejeitos em aterros, observando-se normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública e à segurança, minimizando, inclusive, os impactos ambientais negativos;
- logística reversa: conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial para seu reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou para outra destinação final ambientalmente adequada;
- responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos: conjunto de atribuições individualizadas e encadeadas dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, dos consumidores e dos agentes públicos de limpeza urbana, para diminuir o volume de resíduos sólidos bem como para reduzir seus impactos sobre o meio ambiente e a saúde humana.

Algumas obrigações criadas pela nova lei

Apesar de depender ainda de regulamentação para ter plena eficácia, algumas obrigações criadas pela nova lei merecem destaque pelo impacto que elas causaram, destacando-se a que obriga os órgãos públicos federais, estaduais e municipais a elaborarem Planos de Resíduos Sólidos, que serão compostos pelo diagnóstico da situação atual dos resíduos sólidos; metas e ações para redução, reutilização e sua eliminação; criação de novas normas técnicas sobre o assunto, entre outros.

Além disso, os setores produtivos geradores dos resíduos sólidos abaixo enumerados, incluindo os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços e até mesmo as micro e pequenas empresas, terão que elaborar também seus planos de gerenciamento de resíduos sólidos:

1)      - resíduos perigosos;
2)      - resíduos que mesmo não sendo perigosos, por sua natureza, composição ou volume não sejam equiparados a resíduos domiciliares;
3)      - resíduos industriais;
4)      - resíduos de serviços de saúde;
5)      - resíduos da construção civil;
6)      - resíduos de mineração;
7)      - os responsáveis por terminais e instalações a eles relacionadas; e,
8)      - os responsáveis por atividades agrícolas, silvícolas e pastoris.

No caso das micro e pequenas empresas, o regulamento da nova lei trará critérios e procedimentos simplificados para tais empresas, exceto no caso daquelas que gerarem resíduos perigosos, que serão obrigadas ao integral cumprimento dessa lei.

No nosso próximo artigo sobre este assunto analisarei o que deverá constar neste Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Autor: Boris Hermanson.

Roberval Andrade domina primeiro dia de treinos da Truck em Londrina

Roberval Andrade domina primeiro dia de treinos da Truck em Londrina
Vencedor em 2010, paulista da Ticket Car Corinthians Motorsport se destaca na abertura da quarta etapa do Campeonato Brasileiro
FOTOS

Roberval Andrade foi o nome do primeiro dia de treinos para a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O piloto paulista da Ticket Car Corinthians Motorsport dominou as duas sessões de treinos livres realizadas nesta sexta-feira (5) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. Em ambas, a vantagem do atual campeão sobre o adversário mais próximo no confronto dos tempos de volta foi superior a um segundo.

Andrade enfrentou problemas nas três primeiras etapas do Brasileiro. No Rio, abandonou quando era líder, por quebra. Em Caruaru, era o segundo quando um problema com os freios o fez sair da pista e bater. Em Goiânia, dominou o fim de semana e liderava a corrida com folga quando perdeu rendimento, novamente por conta de um problema no sistema de freios, e terminou na nona posição. Está em 12º lugar na classificação do campeonato.

“A nossa equipe vinha de um período de frustração, de maus resultados, algumas quebras, e isso tudo gerou uma pressão muito grande sobre todos nós”, comentou Andrade. “Parece que o efeito dessa pressão foi positivo. A equipe, e eu de uma maneira especial, funcionamos melhor quando estamos sob pressão, e o resultado dos treinos de hoje mostra isso”, considerou. “A ideia, claro, é manter a vantagem nos treinos de amanhã (sábado). Estamos bem”.

Foi de Roberval Andrade a vitória na etapa londrinense do ano passado. O piloto atua na Fórmula Truck com apoio de Ticket Car, Frum, Supricel, Knorr-Bremse, Mann, Guerra, ZF, Firad, Nino, Superpar, KS, Truckvan e Niju. A tomada de tempos definindo o grid, neste sábado (6), terá início às 14h, com transmissão ao vivo no site da categoria. A corrida de domingo (7), com largada às 13h, será mostrada ao vivo pela Rede Bandeirantes, em HD.

Os melhores tempos de cada piloto nas duas sessões de treinos livres da Truck em Londrina nesta sexta-feira foram os seguintes:

Primeiro treino livre
1º) Roberval Andrade (SP/Scania), 1min35s858
2º) Beto Monteiro (PE/Iveco), 1min37s157
3º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen), 1min37s229
4º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), 1min37s318
5º) Paulo Salustiano (SP/Iveco), 1min37s420
6º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), 1min37s458
7º) Valmir Benavides (SP/Volkswagen), 1min37s543
8º) Fred Marinelli (PR/Iveco), 1min37s719
9º) Danilo Dirani (SP/Ford), 1min37s849
10º) Renato Martins (SP/Volkswagen), 1min37s925
11º) André Marques (SP/Volvo), 1min38s235
12º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), 1min38s430
13º) Pedro Gomes (SP/Mercedes-Benz), 1min39s304
14º) José Maria Reis (GO/Scania), 1min39s879
15º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), 1min40s617
16º) Cristina Rosito (RS/Ford), 1min40s858
17º) Diumar Bueno (PR/Volvo), 1min41s996
18º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), 1min42s083
19º) Luiz Lopes (SP/Scania), 1min43s078
20º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), 1min45s169
21º) Leandro Reis (GO/Scania), 1min48s907
22º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), 2min05s454
23º) Pedro Muffato (PR/Scania), 2min32s223
24º) Regis Boessio (SP/Mercedes-Benz), 10min25s370
Média do 1º: 118,11 km/h

Segundo treino livre
1º) Roberval Andrade (SP/Scania), 1min34s988
2º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), 1min36s051
3º) Valmir Benavides (SP/Volkswagen), 1min36s448
4º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), 1min36s513
5º) Danilo Dirani (SP/Ford), 1min36s520
6º) Beto Monteiro (PE/Iveco), 1min36s651
7º) Paulo Salustiano (SP/Iveco), 1min36s750
8º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), 1min36s975
9º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen), 1min37s012
10º) Renato Martins (SP/Volkswagen), 1min37s170
11º) Fred Marinelli (PR/Iveco), 1min37s180
12º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), 1min37s324
13º) André Marques (SP/Volvo), 1min37s420
14º) Leandro Reis (GO/Scania), 1min37s651
15º) Pedro Muffato (PR/Scania), 1min37s844
16º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), 1min37s900
17º) Luiz Lopes (SP/Scania), 1min38s526
18º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), 1min39s492
19º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), 1min40s097
20º) Cristina Rosito (RS/Ford), 1min40s198
21º) Diumar Bueno (PR/Volvo), 1min53s667
22º) Regis Boessio (SP/Mercedes-Benz), 2min02s360
Média do 1º: 119,19 km/h

05/08/2011 - Texto: Luciano Monteiro - (45) 9912-7040 - Fotos: Orlei Silva
Legenda: Roberval, com o layout preto no Scania corintiano, dominou os dois treinos desta sexta-feira