Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Retrospectiva: principais inovações do blog em 2011

Retrospectiva: principais inovações do blog em 2011

10 recomendações para ter em mente quando pensar em inovação - CRN

10 recomendações para ter em mente quando pensar em inovação - CRN

A tecnologia em 2012 - CRN

A tecnologia em 2012 - CRN

O novo papel do profissional de marketing - CRN

O novo papel do profissional de marketing - CRN

IBM prevê as inovações tecnológicas dos próximos cinco anos - CRN

IBM prevê as inovações tecnológicas dos próximos cinco anos - CRN

A face mutante da inovação | Jornal Correio do Brasil

A face mutante da inovação | Jornal Correio do Brasil

Estratégia dirigida para clientes na base da pirâmide - Jeane Reis

Estratégia dirigida para clientes na base da pirâmide - Jeane Reis

Desenvolvendo Um Posicionamento Para Seus Produtos e Serviços - Revista INCorporativa

Desenvolvendo Um Posicionamento Para Seus Produtos e Serviços - Revista INCorporativa

Desenvolvimento de software: nova metodologia promete economia de 50% em projetos - IT Web

Desenvolvimento de software: nova metodologia promete economia de 50% em projetos - IT Web

Brasileiro de 15 anos faz Siri aprender português - IT Web

Brasileiro de 15 anos faz Siri aprender português - IT Web

ATUALIZADA - Tabela: conheça o preço do iPhone 4S, em plano pré e pós-pago, por operadora - IT Web

ATUALIZADA - Tabela: conheça o preço do iPhone 4S, em plano pré e pós-pago, por operadora - IT Web

Brasil é país que mais cresce em número de usuários no Facebook - IT Web

Brasil é país que mais cresce em número de usuários no Facebook - IT Web

Marketing online deve atingir 10% da publicidade na América Latina - IT Web

Marketing online deve atingir 10% da publicidade na América Latina - IT Web

PB Agora - Esportes - Contrato de Zé Aldo com o Flamengo reascende rivalidade no MMA

PB Agora - Esportes - Contrato de Zé Aldo com o Flamengo reascende rivalidade no MMA

Gasto corporativo global com UC deve chegar a $18,7 bi em 2013

Gasto corporativo global com UC deve chegar a $18,7 bi em 2013

FROTA COMPARTILHADA ECONOMIZA DIESEL - Intelog - Inteligência em Gestão Logística - NEWS LOG - DESTAQUES

FROTA COMPARTILHADA ECONOMIZA DIESEL - Intelog - Inteligência em Gestão Logística - NEWS LOG - DESTAQUES

Jornal do Brasil - Economia - Confira as empresas que passaram por dificuldades em 2011

Jornal do Brasil - Economia - Confira as empresas que passaram por dificuldades em 2011

Férias sem culpa

Férias sem culpa

Viciados em distrações

Viciados em distrações

Como causar uma primeira impressão matadora

Como causar uma primeira impressão matadora

Os gurus de inovação

Os gurus de inovação

Empreendedores com mais de 50 anos ganham espaço nos EUA

Empreendedores com mais de 50 anos ganham espaço nos EUA

Como se manter sempre motivado?

Como se manter sempre motivado?

InfoMoney :: Brasil pode ter o 3º maior mercado automobilístico em 2016

InfoMoney :: Brasil pode ter o 3º maior mercado automobilístico em 2016

Energia e combustíveis são barbaramente tributados Por Sacha Calmon

ARRECADAÇÃO TRILIONÁRIA
Energia e combustíveis são barbaramente tributados
Por Sacha Calmon

De janeiro a novembro, a União arrecadou R$ 892,5 bilhões. Não disponíveis os dados de dezembro, quando há o 13º salário (mais renda) e mais faturamento (PIS, Cofins), sua arrecadação chegará a R$ 980 bilhões, ou seja, quase R$ 1 trilhão em 2011. Os estados e municípios ficarão perto, todos juntos, de 500 bilhões (ICMS, IPVA, IPTU, ITCD, ISS, ITBI). Temos então que a nossa carga tributária alcançará R$ 1,5 trilhão, ou 37% do Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 4 trilhões e picos. Não se compreende a falta de logística, infraestrutura em geral, a precária saúde e o péssimo sistema educacional. A população estaria no dever de perguntar, se fosse esclarecida (o que não é majoritariamente), para onde o dinheiro está indo e os parcos resultados de sua aplicação. Essa é outra questão.

Façamos uma radiografia da arrecadação federal. A União tem cinco tipos básicos de impostos: a) sobre o consumo (IPI), que até novembro arrecadou R$ 43 bilhões; b) sobre a renda ganha das pessoas físicas e jurídicas (dividendos, lucros, aluguéis, salários, ganhos de capital etc.), ou seja, IR mais a contribuição social sobre o lucro, que arrecadaram R$ 287,9 bilhões; c) sobre os lucros brutos decorrentes do faturamento das empresas e até das pessoas, uma espécie de imposto sobre o capital (PIS, Pasep, Cofins), que arrecadaram R$ 186,3 bilhões; d) sobre produtos e serviços importados (tipo consumo), que arrecadou R$ 24,7 bilhões; e) sobre operações financeiras (tipo imposto sobre contratos financeiros), que arrecadou R$ 29,4 bilhões.

Afora esses tributos que são arrecadados pela Receita Federal, temos ainda taxas, Cide, o imposto do Incra e contribuições sobre folhas, salário-educação et caterva, cobrados por órgãos federais (INSS, DNPM, Condecine etc.), que somaram R$ 29,9 bilhões. Pelo visto, o grosso da arrecadação federal vem da tributação sobre a renda e o capital (IR, PIS, Pasep, Cofins, CSSL e IOF). O IPI e o Imposto de Importação são regulatórios e extrafiscais e as contribuições do INSS para o custeio da seguridade. O IR, o IOF, PIS, Cofins e CSSL somados deram ao fisco federal R$ 503,7 bilhões até novembro, já que a Receita Federal arrecadou R$ 862,6 bilhões, ficando R$ 30 bilhões à conta de outros órgãos.

A radiografia derruba alguns mitos do PT radical, como o que diz contribuir o trabalho mais que o capital. Primeiro, o IR das pessoas físicas ficou em R$ 21,1 bilhões o das pessoas jurídicas em R$ 100,3 bilhões. O imposto antecipado nas fontes captou R$ 46,1 bilhões do capital e R$ 64 bilhões do trabalho. Em segundo lugar, as antecipações dos rendimentos de trabalho – daí se dizer que há no Brasil empréstimos compulsórios disfarçados – sofrem devolução e o IR na fonte dos ganhos de capital e financeiros são definitivos. São tributados exclusivamente na fonte, o que em certos casos é injusto. A empresa pode dar prejuízo, mas o que pagou sobre o lucro bruto (PIS/Cofins) não é devolvido, como, lado outro, não são os rendimentos financeiros e os ganhos de capital tributados exclusivamente na fonte.

A radiografia revela ainda que o Brasil tributa o capital e a renda das empresas e das pessoas três vezes. Primeiro com impostos sobre o lucro bruto (PIS, Cofins). Depois com outros impostos sobre o lucro líquido (IR,CSSL) e, finalmente, com as incidências autônomas sobre os ganhos de capital e as operações financeiras (IR na fonte e IOF), retirando dos fundos que atuam nos mercados financeiros e da tesouraria das empresas, um precioso capital que bem poderia estar sendo reinvestido na produção ou na capitalização das mesmas (redução da poupança privada). Por isso a taxa de investimento do Brasil é de 19% do PIB, muito abaixo da China, Rússia, Índia, México, Turquia e África do Sul. Por isso, o nosso crescimento é baixo, se nos compararmos com o Chile, o Peru e o México, na América Latina, nossa região.

No plano federal, é preciso destravar a capacidade de investir do setor privado. Seria boa medida trazer capitais privados para as empresas estatais, deixando a gestão com o setor privado (menor gasto público, queda do empreguismo, maiores dividendos, maior arrecadação e melhor gestão) o PIS e a Cofins sangram o capital das empresas. Ora, um imposto sobre a renda bruta não tem como ser não cumulativo, cabível apenas nos impostos sobre circulação de bens e serviço direcionados ao consumo. É preciso reverter a situação e voltar ao status anterior. Quanto ao ICMS, deve ter menores alíquotas e ser neutro, sem incentivos fiscais. É essa reforma tributária possível. O consumo no Brasil é assolado pelo ICMS. Todos os produtos e serviços embutem-no nos preços.

Energia, combustíveis e comunicação são barbaramente tributados e sem eles ninguém vive nem produz. O resultado é a carestia. Menores alíquotas reduziriam custos e preços com aumento de produção, de vendas, de emprego e de renda. Que venha o ano novo e com ele a reforma tributária. Saúde a todos.

Sacha Calmon é advogado tributarista, professor titular de Direito Financeiro e Tributário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e sócio do escritório Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados.

Revista Consultor Jurídico, 2 de janeiro de 2012

As lições de marketing de Michel Teló - Edmar Bulla

As lições de marketing de Michel Teló - Edmar Bulla

SERFINCO: BRADESCO RECONSTRÓI REDE DO POSTAL

SERFINCO: BRADESCO RECONSTRÓI REDE DO POSTAL: jornal Valor Econômico 16/12/2011 - Carolina Mandl No dia 5 de outubro, o padre Gentil, o prefeito João Carlos Minchillo e...

SERFINCO: BRADESCO APOSTA EM INCLUSÃO BANCÁRIA E ABRE MIL AG...

SERFINCO: BRADESCO APOSTA EM INCLUSÃO BANCÁRIA E ABRE MIL AG...: jornal DCI 16/12/2011 - Marcelle Gutierrez e Renato Carvalho Nos últimos seis meses de 2011, o Bradesco aposta na população brasileira não-b...

SERFINCO: ECOBENEFÍCIOS DEFENDE CRÉDITO CONSCIENTE PARA UMA ...

SERFINCO: ECOBENEFÍCIOS DEFENDE CRÉDITO CONSCIENTE PARA UMA ...: portal Fator Brasil 16/12/2011 Crédito consciente para um mundo melhor. Essa é a visão inovadora que a Ecobenefícios Good Card, empresa espe...

SERFINCO: CHAMADA LUCRATIVA

SERFINCO: CHAMADA LUCRATIVA: portal Isto É dinheiro 16/12/2011 - Fernanda Pressinott Os 190 milhões de brasileiros são usuários entusiastas de seus 232 milhões de celula...

SERFINCO: VENDA DE CELULARES COM NFC ATINGIRÁ 35 MILHÕES DE ...

SERFINCO: VENDA DE CELULARES COM NFC ATINGIRÁ 35 MILHÕES DE ...: portal TI Inside 16/12/2011 O número de celulares equipados com a tecnologia Near Field Communication (NFC) vendidos mundialmente neste ano ...