Total de visualizações de página

domingo, 12 de fevereiro de 2012

InovAção Empresarial - Wagner Diniz

InovAção Empresarial - Wagner Diniz

Missão, Visão, Estratégia e Táticas

Todo início de ano é aconselhável a realização de uma profunda reflexão sobre o futuro da nossa organização. Qual é o futuro desejado para os seus negócios e o que fazer para alcançá-lo? Caso você não tenha uma resposta adequada a essa questão, melhor fazer uma avaliação da Missão, Visão, Estratégia e Táticas para entender o que precisa ser feito para dar uma direção mais efetiva aos seus negócios e depois encarar o desafio de implementá-la.

De uma forma bem breve o que você precisa saber:
Missão: Qual o motivo inspirador e desafiante para continuar o seu negócio.
Visão: O que você deseja para sua organização em 5 ou 10 anos.
Estratégia: O que você vai fazer para alcançar sua visão e desempenhar a missão com sucesso.
Táticas: Como você vai conseguir desenvolver a sua missão e estratégia bem como quando e quanto vai custar a implementação.
A missão é o seu desafio diário para manter vivo o seu negocio. A visão é o sonho do que você quer para a sua organização. Sua estratégia é o plano, em grande escala, que você deverá seguir para fazer a missão e o sonho acontecerem. Suas táticas são as ações específicas que você terá de seguir para implementar o plano.
Você deve iniciar esse processo com a declaração da Missão e da Visão. Em seguida desenvolva a Estratégia para desenvolver a Missão e chegar à Visão. Quando tiver decidido sobre a estratégia, planeje as Táticas (plano de ação) para atender a estratégia.
Missão
Segundo Peter Drucker, “Uma empresa não se define pelo seu nome, estatuto ou produto que faz; ela se define pela sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e torna possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa.”
O grande especialista em marketing Philip Kotler completa de forma magnífica esse conceito afirmando que “Uma missão bem difundida desenvolve nos funcionários um senso comum de oportunidade, direção, significância e realização. Uma missão bem explícita atua como uma mão invisível que guia os funcionários para um trabalho independente, mas coletivo, na direção da realização dos potenciais da empresa.”
Veja a seguir um bom exemplo de declaração da Missão pela GM: “Fornecer produtos e serviços de tal qualidade que nossos clientes sintam que receberam mais pelo que pagaram, nossos empregados e parceiros de negócios se beneficiem de nosso êxito e os nossos acionistas tenham maior retorno do seu investimento.”
Visão
A visão é uma idéia predominante do que a organização pretende ser nos próximos anos. Muitas vezes, ela reflete o sonho do fundador ou líder. A declaração de visão é uma imagem da sua empresa no futuro. A declaração da visão é a sua inspiração e de toda a equipe e a base para todo o seu planejamento estratégico.
A declaração da Visão de uma empresa pode ser, por exemplo: “Dentro dos próximos cinco anos, a empresa XYZ vai se tornar um fornecedor líder de software de gestão para pequenas empresas, fornecendo softwares customizados para as sua necessidades”. A visão deve ser suficientemente clara e concisa para que todos na organização entendam a sua importância.
Estratégia
Sua estratégia é um ou mais planos que você usará para alcançar sua visão. Para ser o “fornecedor líder de software de gestão para pequenas empresas” você pode ter que decidir se a melhor estratégia para atingir esse objetivo estratégico, é comprar outros concorrentes ou crescer de forma orgânica ou uma combinação das duas. Uma estratégia deve estar voltada para dentro da organização e também para fora, com foco nos competidores, no meio ambiente e no clima dos negócios.
Tática
Suas táticas são as ações ou atividades específicas, programas e projetos que você usará para cumprir a implementação de uma estratégia de sucesso. Um plano de ação tem três elementos principais: (1) As tarefas específicas: o que será feito e por quem. (2) Cronograma: quando é que essas tarefas serão realizadas. (3) A alocação de recursos: quais os recursos disponíveis para o desenvolvimento das atividades. Se você tiver mais de uma estratégia que você vai ter táticas diferentes para cada um.
Flexibilidade X Rigor
O ambiente externo onde está inserida sua empresa muda. Você precisa mudar com ele ou a frente dele. No entanto, com relação à missão, visão, estratégia e táticas, você precisa de alguma flexibilidade e algum rigor. Agarre-se a sua visão. Não permita que ela seja fustigada pelos ventos de mudança. Sua visão deve ser a âncora que sustenta todo o conjunto estratégico da empresas.
A Estratégia é um plano de longo prazo, por isso talvez seja necessário alterá-lo em resposta a mudanças internas ou externas, mas essas mudanças só devem acontecer após muita reflexão. Mudanças na estratégia também não devem acontecer até que você tenha uma nova para substituir a antiga. Táticas são mais flexíveis. Se alguma tática não está funcionando, proceda os ajustes necessários e tente novamente.
Seja para um departamento ou toda a empresa, uma empresa multinacional ou uma pequena empresa, missão, visão, estratégia e táticas são essenciais. Desenvolva primeiro a missão, em seguida a visão e agarre-se nela. Desenhe uma estratégia para alcançar a sua visão e realize as mudanças necessárias para atender às mudanças internas ou externas. Crie táticas flexíveis que permitam cumprir sua estratégia de sucesso.

Os cargos mais bem pagos do Brasil

Os cargos mais bem pagos do Brasil

Os sete curiosos benefícios que o Google oferece a seus funcionários

Os sete curiosos benefícios que o Google oferece a seus funcionários

Itaú fecha Redecard para concorrer : Negócios e Gestão | Baguete

Itaú fecha Redecard para concorrer : Negócios e Gestão | Baguete

InfoMoney :: Inflação do carro tem queda de 0,1% em janeiro

InfoMoney :: Inflação do carro tem queda de 0,1% em janeiro

Edenred France shifts to recycled paper for all Ticket Restaurant® and Ticket Service vouchers  Edenred France is hence the only French issuer to combine FSC* certification and recycled paper.

Edenred France shifts to recycled paper for all Ticket Restaurant® and Ticket Service vouchers 
Edenred France is hence the only French issuer to combine FSC* certification and recycled paper.

This is an important step, which will save:

- 7,650 trees per year,
- Nearly 25 million liters in water,
- 1,125,000 kWh in energy consumed for the manufacturing of 300 million vouchers per year.
 
 

 

Retrospective of a strong environmental commitment:

- In 2006, Edenred France becomes the first meal-voucher issuer to be given environmental certification. The certification was renewed in 2011 following an audit by Bureau Véritas.

- Since 2009, all Edenred France vouchers have been printed on FSC-certified paper. Edenred France, as the last link in the value chain of its vouchers, is the first issuer to have requested and obtained its own FSC certification in October 2011.
 
A company caring for the impacts of its activities:

Edenred France has also conducted in 2011 its carbon assessment. This assessment has confirmed that the shift to recycled-paper vouchers will enable Edenred France to reach 60 % of its objectives in terms of Greenhouse gases emissions reduction as of 2012.

One of the next steps will be the digital shift for service vouchers, one more step in the direction of reduced paper consumption for Edenred France.

Chronology of Edenred France's commitment to environmental policy



Discover Edenred France
 
*The FSC (Forest Stewardship Council) is a label that guarantees that a paper- or wood-based product has been manufactured according to the specifications of sustainably managed forests.

Criado cartão eletrónico para o subsídio de refeição - Economia - DN

Criado cartão eletrónico para o subsídio de refeição - Economia - DN

Justiça nega pedido de posto para cobrar preço diferenciado no pagamento em dinheiro e no cartão - Folha do Sertão

Justiça nega pedido de posto para cobrar preço diferenciado no pagamento em dinheiro e no cartão - Folha do Sertão

Sonegação soma R$ 5,2 bi em 2011 Total abrange regiões centro e oeste do Estado; setores com mais problemas são o alimentício, de bebidas e de combustíveis

Mais de R$ 5,2 bilhões em tributos deixaram de ser pagos ao Estado em 2011 em todo o centro-oeste paulista, que inclui a região de Bauru. O valor devido foi registrado em 3.224 processos que foram centralizados e julgados pela Delegacia Tributária de Julgamento local no ano passado.

Do montante, a maior parte é de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) não recolhidos por empresas. Segundo o titular da Diretoria Executiva da Administração Tributária (Deat), João Marcos Winand, os setores que mais apresentaram problemas são o alimentício, de bebidas e combustíveis.

“A sonegação do pequeno contribuinte não é o que mais nos preocupa, mas sim as empresas (de fachada) que são estruturadas com o intuito de simular operações e fazer uso de laranjas para fraudar a Secretaria da Fazenda. Estes grupos são uma ameaça à economia porque, além de não pagar ao Estado o imposto que é devido, promovem concorrência desleal junto às empresas idôneas”, explica ele, que está em Bauru nesta semana para participar de reuniões de trabalho junto aos 18 delegados regionais tributários do Estado.

Além de ICMS – que, sozinho, representou R$ 5,1 bilhões em autuações – os tributos mais sonegados são, pela ordem, o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD) e Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).



Tendência

O presidente do Tribunal de Impostos e Taxas (TIT), José Paulo Neves, que também está na cidade para participar do encontro de delegados, destaca que, devido ao aprimoramento das ações de fiscalização, o volume de tributos não pagos que vão a julgamento sempre tende a aumentar.

“É o que deve acontecer novamente em 2012, quando implantaremos de maneira massiva, nas 18 delegacias do estado, o gerenciamento eletrônico dos processos, desde a lavratura dos autos de infração até a conclusão das ações. Não se trata apenas de eliminar o uso do papel, mas também de ter acesso a um grande número de informações para melhorar nosso monitoramento”, diz.

No Estado, os processos são julgados em uma das três delegacias tributárias de julgamento, sediadas em São Paulo, Campinas e Bauru. Esta última abrange, além de Bauru e municípios vizinhos, as regiões de Araçatuba, Araraquara, Marília, Presidente Prudente e São José do Rio Preto.

Winand comenta que o Interior do Estado representa uma preocupação crescente quanto à sonegação fiscal, já que sua economia tem se desenvolvido de modo mais acelerado em comparação proporcional à região metropolitana. “A arrecadação de ICMS e IPVA está aumentando à medida que a renda da população aumenta. Neste contexto, as estratégias de fiscalização também precisam ser intensificadas”, pondera.



Nota fiscal


Além da informatização do sistema do TIT, outro instrumento que tem colaborado para reduzir irregularidades é o Programa Nota Fiscal Paulista, segundo analisa o diretor do Deat. A iniciativa já distribuiu, desde sua implantação, em outubro de 2007, mais de R$ 134,5 milhões em créditos e prêmios na região como forma de estimular os consumidores a pedir nota e, consequentemente, engrossar o combate à fraude fiscal. “É um programa de sucesso, que já conta com mais de 5 milhões de usuários.”



Delegacia em números

A Delegacia Regional Tributária de Bauru arrecadou, em 2011, R$ 1,412 bilhões em Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e R$ 335,45 milhões em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Do total de ICMS, R$ 837,5 milhões foram repassados aos 57 municípios de abrangência da delegacia. Na região, a Operação de Olho na Bomba fiscalizou 704 postos de combustíveis, dos quais 21 tiveram o alvará de funcionamento cassado.

Qual o posicionamento do novo profissional de marketing em 2012? - Fernando Coelho

Qual o posicionamento do novo profissional de marketing em 2012? - Fernando Coelho

MMA Esportes - Lorenzo Fertitta fala sobre os planos para o UFC

MMA Esportes - Lorenzo Fertitta fala sobre os planos para o UFC

Corinthians apresenta seu relatório de sustentabilidade 2011

Corinthians apresenta seu relatório de sustentabilidade 2011